Desenvolvimento Contínuo

Maio 6, 2011

Chemtrails & Morgellons – A Lepra Tecnológica

Filed under: Uncategorized — highness4435 @ 9:43 am

Lorrie A. Rhoten Jun 23, 2010
Comentário: Não tenho para onde me virar para encontrar um médico. Meu médico me disse para não abrir essa questão sobre Morgellons porque as pessoas vão pensar que estou louca.
Ele tem me menosprezado, e é muito condescendente.
Estou à mercê do CDC (orgão oficial americano de controle de doenças) para me ajudar a acreditar que eles estão sendo sinceros em descobrir o que está acontecendo
Eu também acredito que este é um acobertamento de alguma sociedade da qual não temos a
menor idéia, e isso parte meu coração.

ALEXIS THOMPSON Jun 24, 2010
Comentário: ESTOU SOFRENDO TERRIVELMENTE. NINGUÉM QUER RECONHECER ESSA DOENÇA HORRÍVEL. POR FAVOR, EU IMPLORO DE JOELHOS. HÁ 3 ANOS ESTOU ME ESCONDENDO. AGORA BASTA!

Anônimo Jul 23, 2010
Comentários: Minha família e eu temos sofrido com isso por 5 anos.
Agora estou completamente incapacitado. Ver minha velha mãe de 82 anos declinar com
essa doença , e meu filho sofrer sem esperança está além das palavras.
Vocês TEM QUE parar com essas evasivas e negligência, jogar limpo e fazer o seu
trabalho mediatamente.
Há muitos, e cada dia mais, que sofrem dessa doença e estão com sua saúde, e em
consequência suas vidas, completamente arruinadas.
Reconheçam essa doença e pesquisem sobre ela e achem ajuda para nós.
AGORA!

1 – Sua capacidade de manipulação mental
2- Suas obras deletérias
3- Seus objetivos
4- Seus métodos
5- Seus disfarces sociais
6- Suas fraquezas e dependências

Muitos trabalhos – e esse é também o objetivo desse vídeo – estão disponíveis fora da mídia “oficial” para nos abrir o espaço mental para esse discernimento.

Espero que o assistam com a devida atenção

Anúncios

Outubro 13, 2010

1984 – o livro que matou George Orwell

Filed under: Uncategorized — highness4435 @ 10:44 am

1984, o livro que matou George Orwell

Em 1946, o editor David Astor emprestou a George Orwell uma afastada fazenda escocesa na qual pudesse escrever seu novo livro, Mil Novecentos e Oitenta e Quatro. A obra se tornou um dos mais importantes romances do século XX. Aqui, Robert McCrum conta a atrativa história da torturante estadia de Orwell na ilha onde prestes a morrer e sitiado por demônios criativos, engajou-se numa corrida febril para terminar o livro

 George Orwell
 
Robert McCrum
 
Texto publicado pelo “Observer“. Traduzido especialmente para Revista Bula por Amanda Górski.

“Era um dia claro e frio de Abril, e os relógios marcavam uma da tarde.”

 
Sessenta anos após a publicação da obra-prima de Orwell, “Mil Novecentos e Oitenta e Quatro”, essa primeira frase parece mais natural e atrativa que nunca. Mas quando vemos o manuscrito original, encontramos algo a mais: não tanto o toque de claridade, mas as correções obsessivas, em diferentes borrões de tinta, as quais revelam o tumulto extraordinário por trás da composição.
 
Sendo provavelmente o romance definitivo do século XX, e uma história que permanece eternamente recente e contemporânea, cujos termos como “Big Brother”, “Duplipensar” e “Novilíngua” tornaram-se parte do cotidiano, “Mil Novecentos e Oitenta e Quatro” foi traduzido para mais de 65 línguas e teve milhares de cópias vendidas pelo mundo, conferindo a George Orwell um lugar único no mundo literário.
 
“Orweliano” é agora um símbolo universal para qualquer coisa repressiva ou totalitária, e a história de Winston Smith, um homem comum para seus tempos, continua a ressoar para os leitores cujos medos do futuro são bem diferentes dos daquele de um escritor inglês, de meados dos anos 40.
 
As circunstâncias que cercam o processo criativo de “Mil Novecentos e Oitenta e Quatro” constroem uma narrativa fantasmagórica que ajuda a explicar a desolação da distopia de Orwell. Ali estava um escritor inglês, desesperadamente doente, lutando sozinho contra os demônios de sua imaginação em uma casa escocesa localizada em meio aos resquícios da Segunda Guerra.
 
A ideia de “1984”, cujo título alternativo era “O Último Homem na Europa”, havia sido incubada na cabeça de Orwell desde a guerra civil espanhola. Esse romance, que tem algo da ficção diatópica de Yevgeny Zamyatin, “We”, provavelmente começou a adquirir uma forma definitiva durante o período de 1943 e 44, tempo no qual ele e sua esposa Eileen adotaram seu único filho, Richard. O próprio Orwell alegou ter se inspirado com a reunião dos líderes dos Aliados na Conferência de Tehran em 1944. Isaac Deutscher, um amigo, reportou que Orwell estava “convencido de que Stálin, Churchil e Roosevelt conscientemente traçaram um mapa para dividir o mundo” em Tehran.
 
Orwell trabalhou para o “Observer” (Jornal Britânico) de David Astor desde 1942, primeiro como revisor de livros, e depois como correspondente. O editor declarou ter grande admiração pela “absoluta retidão, honestidade e decência” de Orwell. A proximidade de sua amizade foi crucial para a história de 1984.
 
A vida criativa de Orwell já havia beneficiado sua associação com o “Observer” na confecção de textos de “Animal Farm” (“A Revolução Dos Bichos”). Como o chamado para a guerra estava próximo, a interação frutífera de ficção e jornalismo de domingo poderia contribuir para a mais obscura e complexa obra que ele tinha em mente. Nas revisões dos livros do “Observer”, por exemplo, ele era fascinado pela relação entre moralidade e linguagem.
 
George Orwell com o filho Richard Blair

George Orwell com o filho Richard Blair
 
Havia outras influências em seu trabalho. Logo após a adoção de Richard, as economias de Orwell foram completamente destruídas. A atmosfera de terror inconstante na vida diária dos tempos de guerra em Londres tornou-se integral com o sentimento do romance em progresso. O pior estava por vir. Em março de 1945, enquanto estava cumprindo o contrato com o “Observer” na Europa, Orwell recebeu a notícia de que sua esposa, Eileen, havia morrido por causa da anestesia em uma cirurgia corriqueira.
 
De repente ele ficara viúvo e pai solteiro, ganhando a vida com muita dificuldade nos alojamentos de Islington, e trabalhando incessantemente para esquecer o fluxo de remorso e dor causados pela morte prematura de sua esposa. Em 1945, por exemplo, ele escreveu quase 110.000 palavras para várias publicações, incluindo 15 revisões de livros para o “Observer”.
 
Então Astor interferiu. Sua família possuía um pedaço de terra em uma remota ilha escocesa chamada Jura, perto de Islay. Havia uma casa, Barnhill, sete milhas de Ardlussa no remoto recanto nórdico cheio de montanhas rochosas em Inner Hebrides (um arquipélago à costa oeste da Escócia). Inicialmente, Astor ofereceu a casa a Orwell por um final de semana.
 
Em maio de 46, Orwell, ainda juntando os cacos de sua vida, pegou o trem para a longa e árdua viagem para Jura. Ele disse a seu amigo Arthur Koestler que isso era “quase como pegar um navio lotado para o ártico”.
 
Era uma mudança arriscada; Orwell não estava bem de saúde. O inverno de 1946/47 foi um dos mais frios do século. O Posto de Saúde britânico estava acabado naqueles tempos de guerra, e ele sempre sofreu de problemas respiratórios. Ao menos, afastado das irritações da Londres literária, ele estava livre para se debruçar sobre o novo romance sem quaisquer impedimentos. “Sufocado pelo jornalismo”, como ele disse a um amigo, “Me tornei mais ou menos como uma laranja chupada”. 
 
Ironicamente, parte das dificuldades de Orwell vieram do sucesso com “Animal Farm”, seu livro. Após anos de negligência e indiferença, o mundo estava despertando para a genialidade dele. “Todos ficam vindo até mim”, ele reclamava para Koestler, “querendo que eu escreva, com comissão para folhetos, querendo que eu aceite isso ou aquilo, etc. —  você não sabe como desejo me livrar disso tudo e ter tempo para pensar novamente”.
 
Em Jura ele estaria livre dessas distrações, mas a promessa de liberdade criativa numa ilha em Hebrides veio com um preço a pagar. Anos antes, no artigo “Por que Eu Escrevo”, ele descreveu o esforço necessário para completar um livro: “Escrever um livro é horrível, o esforço é exaustivo, como a crise de alguma doença dolorosa. Uma pessoa jamais se sujeitaria a tal se não for dirigida por algum demônio, o qual não se pode resistir ou compreender. Esse demônio é o mesmo instinto que faz um bebê espernear por atenção. Mas ao mesmo tempo é tão verdadeiro que faz a pessoa poder escrever nada que seja ‘bom de se ler’, a menos que o autor se esforce constantemente para encarar sua própria personalidade”. Então a famosa citação Orwelliana: “Uma boa prosa é como a vidraça de uma janela”.
 
Desde a primavera de 1947 até sua morte em 1950, Orwell reorganizou cada aspecto de seu empenho da forma mais dolorosa que se possa imaginar. Particularmente, talvez, ele tenha experimentado a sobreposição entre a teoria e a prática. Ele sempre obteve sucesso na adversidade auto-imposta.
 
Primeiramente, após um “inverno quase intolerável”, ele se satisfez na solitária e selvagem beleza de Jura. “Estou me debatendo com esse livro”, escreveu a seu agente, “que eu possa terminar no final do ano — de qualquer forma eu terei passado pela pior parte até que possa me manter à distância do trabalho jornalístico até o outono”.
 
Barnhill, acima do mar no alto de uma estrada sem movimento, não era grande, com quatro quartos em cima de uma espaçosa cozinha. A vida era simples, até mesmo primitiva. Não havia eletricidade. Orwell usava aquecedor a gás para cozinhar e aquecer água. As lamparinas queimavam a parafina. À tarde ele queimava turfa. Ele ainda fumava grandes e finos cigarros negros: a fumaça na casa era cômoda, mas nem um pouco saudável. Um rádio à bateria era a única conexão com o mundo externo.
 
Orwell, um cavalheiro, não apegado às coisas mundanas, chegou apenas com um saco de dormir, uma mesa, um par de cadeiras e alguns potes e panelas. Era uma existência à parte, mas supria todas as condições sob as quais ele gostava de trabalhar. Ele é lembrado aqui como um fantasma no nevoeiro, como uma figura esquelética em uma capa.
 
Os nativos o conheciam por seu nome verdadeiro, Eric Blair, um homem tristonho, cadavérico e alto que se preocupava em como enfrentar a si mesmo. A solução, quando se juntaram a ele o bebê Richard e sua babá, foi recrutar sua irmã, Avril. Richard Blair lembra que seu pai “não poderia ter feito isso sem Avril. Ela era uma excelente cozinheira, e muito prática. Nenhum dos relatórios da época de meu pai em Jura podem constatar o quanto ela foi essencial”.
 
Assim que seu novo regime foi estabelecido, Orwell pôde finalmente traçar um começo para o livro. No final de maio de 1947 ele disse a seu editor, Fred Warburg: “Acho que devo ter escrito um terço do esboço. Eu não cheguei tão longe, pois fui acometido da ‘saúde desgraçada’ desde Janeiro (meu peito, como sempre) e não pude me livrar disto”.
 
Preocupado com a impaciência de seu editor com a novela, Orwell acrescentou: “É claro que o esboço é sempre uma bagunça com pouca ligação com o resultado final, mas ao mesmo tempo, é o principal de todo o trabalho”. Ainda assim, ele pressionava, e no final de Julho, previa um esboço completo para o final de outubro. Depois disso, ele precisaria de mais seis meses para polir o texto para publicação. Mas então, houve um desastre.
 
Parte do prazer de viver em Jura era que ele e seu jovem filho podiam aproveitar a vida ao ar livre juntos, eles podiam pescar, explorar a ilha, e passear por ai em barcos. Em agosto, durante um fascinante verão, Orwell, Avril, Richard e alguns amigos, enquanto voltavam do alto da costa em um pequeno barco a motor, foram jogados em meio ao famoso redemoinho de Corryvreckan.
 
Barnhill, em Jura, onde George Orwell escreveu

Barnhill, em Jura, onde George Orwell escreveu “1984” 

 
Richard Blair lembra quando ficou “com o sangue congelado” nas águas de frio intenso, e Orwell, cuja constante tosse preocupava os amigos, teve os pulmões ainda mais comprometidos. Dentro de dois meses ele ficaria seriamente doente. Tipicamente, sua carta a David Astor dessa escapada difícil foi breve, e até mesmo indiferente.
 
O grande esforço com “O Último Homem na Europa” continuou. No final de outubro de 1947, molestado pela “saúde desgraçada”, Orwell admitiu que seu romance ainda era “uma bagunça mortal e quase dois terços disso teriam que ser completamente redigitados”. 
 
Ele trabalhava a passos largos, inconstantes. Os visitantes de Barnhill se lembram do som de sua máquina de datilografar vindo de seu quarto, na parte de cima da casa. Então, em novembro, cuidado pela zelosa Avril, ele teve uma prostração repentina por causa de uma “inflamação nos pulmões” e disse a Koestler que estava “muito mal, de cama”. Logo antes do Natal, em uma carta a um colega do “Observer”, ele acabou com as notícias de que já havia morrido. Finalmente teve seu diagnóstico de tuberculose.
 
Alguns dias depois, escrevendo para Astor do hospital Hairmyres, ele admitiu: “Sinto-me muito doente”, e reconheceu que, depois que a doença o pegou após o incidente do redemoinho de Corryvreckan, “como um tolo, eu decidi não ir ao médico — eu queria terminar o livro que estava escrevendo”. Em 1947 não havia cura para tuberculose — os médicos prescreviam ar puro e uma dieta regulada — mas havia uma droga experimental no mercado, a estreptomicina. Astor pediu uma encomenda de Hairmyres, dos EUA.
 
Richard Blair acredita que seu pai recebeu doses excessivas do novo remédio milagroso. Os efeitos colaterais eram horríveis (úlcera na garganta, bolhas na boca, perda de cabelo, descascamento da pele e desintegração dos dedos e unhas), mas em março de 1948, depois de três meses, os sintomas da tuberculose desapareceram. “É como afundar o barco para se livrar dos ratos, mas vale, se funcionar”.
 
Enquanto se preparava para deixar o hospital, Orwell recebeu uma carta de seu editor que, atrasado, seria outro prego em seu caixão. “É extremamente importante”, escreveu Warburg para seu autor, “do ponto de vista de sua carreira literária, conseguir isso (o romance) até o final do ano, o mais breve possível”.
 
Quando deveria estar convalescendo, Orwell voltou a Barnhill, e mergulhou na revisão de seu manuscrito, prometendo a Warburg entregar no “começo de dezembro”, em meio ao mau tempo do outono em Jura. No comecinho de outubro ele confidenciou a Astor: “Eu me acostumei tanto a escrever na cama que penso preferir isso, embora, é claro, seja um tanto desajeitado para datilografar aqui. Estou lutando com os últimos estágios desse livro sangrento (que é) sobre o possível estado de encontros, se a guerra nuclear não for conclusiva”.
 
Essa é uma das raras alusões exageradas de Orwell ao tema deste livro. Ele acreditava, assim como vários autores, que dava azar falar sobre o livro durante a produção. Mais tarde, para Anthony Powell, ele descreveu a obra como “uma Utopia escrita na forma de romance”. A digitação da cópia original de “O Último Homem da Europa” se tornou outra dimensão da batalha de Orwell com seu livro. Quando mais ele revisava seu “inacreditavelmente horrível” manuscrito, mais se tornava um documento que apenas ele podia ler e interpretar. Era, como ele disse a seu agente, “extremamente longo, com mais de 125.000 palavras”. Com característica franqueza, ele declarou: “Não estou satisfeito com o livro, mas não estou absolutamente não satisfeito… Acho que ele é uma boa ideia, mas a execução seria melhor se eu não tivesse escrito sob a influência da tuberculose”.
 
E ele ainda estava indeciso sobre o título: “Estou inclinado a chamar o livro de ‘MIL NOVECENTOS E OITENTA E QUATRO’ ou ‘O ÚLTIMO HOMEM NA EUROPA’,” e escreveu, “mas provavelmente posso pensar em outro título nas próximas semanas”. No final de outubro, Orwell acreditava que tivesse acabado. Agora ele apenas precisava de um estenógrafo para ajudar a colocar tudo em ordem, de modo que fizesse sentido.
 
Era uma corrida desesperada contra o tempo. A saúde de Orwell estava se deteriorando, e “inacreditavelmente horrível”, o manuscrito precisava ser redigitado, e o final de dezembro já rondava. Warburg prometeu ajudar, e também o agente de Orwell. Não se entendendo com os digitadores, eles conseguiram deixar a situação ainda pior. Orwell, sentindo a ajuda fora de alcance, resolveu seguir os seus instintos de “ex-garoto-de-escola-pública”: faria sozinho.
 
No meio de novembro, muito fraco para andar, ele se refugiou na cama com o equipamento para a “horrível tarefa” de digitar o livro em sua “decrépita máquina de datilografia”, sozinho. Sustentado por infinitos inimigos, xícaras de café, chá forte e pelo calor da parafina, com ventos fortes esbofeteando Barnhill, noite e dia, ele continuou. Em 30 de novembro de 1948, estava virtualmente pronto.
 
As páginas digitadas de George Orwell chegaram a Londres no meio de dezembro, como prometido. Warburg reconheceu sua qualidade imediatamente (“dentre os mais horrorosos livros que já li”) e assim fizeram também muitos de seus colegas.
 
Um memorando interno declarou: “se não conseguirmos vender de 15 a 20 mil cópias, temos que levar um tiro”!
 
Então Orwell partiu de Jura rumo a um hospital especializado em tuberculose, em Cotswolds. “Eu deveria ter feito isso há dois meses,” disse a Astor, “mas eu queria terminar aquele livro sangrento”. Novamente Astor se dedicou em monitorar o tratamento de seu amigo, mas o especialista responsável por Orwell estava bastante pessimista.
 
Assim que os comentários sobre o “1984” começaram a circular, os instintos jornalísticos de Astor vieram à tona e ele começou a planejar um perfil do “Observer”, um elogio significativo, mas a ideia foi recebida por Orwell com um “certo alarme”. Assim que a primavera chegou, ele começou a cuspir sangue, e sentia-se “desconfortável na maior parte do tempo”, mas ainda era capaz de envolver-se nos rituais de pré-publicação do romance, registrando “boas notícias” com satisfação. Ele brincava com Astor que não o surpreenderia se ele “tivesse que trocar aquele perfil por um obituário”. 
 
“Mil Novecentos e Oitenta e Quatro” foi publicado em 8 de junho de 1949 (cinco dias depois nos EUA) e foi quase que universalmente reconhecido como uma obra-prima, até mesmo por Winston Churchill, que disse a seu médico ter lido duas vezes. A saúde de Orwell continuava a decair. Em outubro de 1949, em seu quarto no Hospital Universitário, ele casou Sonia Brownell com David Astor, como padrinho. Foi um momento de alegria passageira; ele estendeu-se ao novo ano de 1950. Nas poucas horas de 21 de janeiro, sofreu uma hemorragia massiva no hospital e morreu sozinho.
 
As notícias foram transmitidas ao mundo pela BBC, na manhã seguinte. Avril Blair e Richard, ainda em Jura, ouviram a notícia pelo rádio à bateria em Barnhill. Richard Blair não se lembra se o dia estava claro ou frio, mas lembra do choque da notícia: seu pai estava morto, com 46 anos.
 
David Astor arranjou tudo para o funeral de Orwell nos jardins na igreja de Sutton Courtenay, Oxfordshire. Ele jaz lá agora, como Eric Blair, entre HH Asquith e uma família nativa de Gypsies.
 
Túmulo de George Orwell
 
Porque ‘1984’?
 
O título de Orwell permanece um mistério. Alguns dizem que ele estava fazendo alusão ao centenário da Sociedade Fabiana, fundada em 1884. Outros sugerem uma inclinação para o romance de Jack London, “The Iron Heel” (no qual o movimento político veio ao poder em 1984), ou talvez fosse uma das histórias de seu escritor favorito, GK Chesterton, “The Napoleon of Notting Hill”, que se passava em 1984.
 
Em sua edição das “Coleções de Trabalho” (20 volumes), Peter Davison nota que a publicação americana de Orwell declara que o título foi derivado da data invertida, 1948, embora não haja nenhuma evidência ou documentos para provar isso. Davison argumenta que a data 1984 está ligada ao ano de nascimento de Richard Blair, 1944, e afirma que no manuscrito do romance, a narrativa ocorre sucessivamente em 1980, 1982, e finalmente 1984. Não há mistério para a decisão de ele ter abandonado o título “O Último Homem da Europa”. O próprio Orwell sempre esteve incerto sobre isso. Foi seu publicador, Fred Warbug, que sugeriu o título “1984” como mais comercial.
 
Notas:
 
¹ “Big Brother” é o “Grande Irmão”, líder onipresente que a todos observa, através das “Teletelas”.
² “Doublethink” é um termo que significa a capacidade de se ter duas ideias ou crenças contraditórias na mente simultaneamente, e aceitar ambas. Em português o termo foi traduzido por Wilson Velloso (o tradutor da obra no Brasil) como “Duplipensar”.
 
³ “Newspeak” é uma língua fictícia utilizada no livro de Orwell, e é descrita como “a única língua no mundo cujo vocabulário diminui a cada ano.” (Orwell, 1984, p.52) Em português esse termo é tratado como “Novilíngua”. 

Outubro 8, 2010

Hello world!

Filed under: Uncategorized — highness4435 @ 5:03 pm

Welcome to WordPress.com. This is your first post. Edit or delete it and start blogging!

FEMA – Big Dog Robot Caça Humanos

Filed under: News and politics — highness4435 @ 3:28 pm

A força da esperança

Filed under: Uncategorized — highness4435 @ 1:59 pm

O fotografo Alberto Korda, cubano, autor da famosa foto do Che Guevara, decidiu apoiar a Revolução Cubana depois que esta criança lhe respondeu que este pedaço de pau era a sua boneca, o seu filho.

Setembro 12, 2010

Qual o atleta com mais ganhos da história?

Filed under: Uncategorized — highness4435 @ 6:39 am

Após a pergunta a gente começa a revisar os grandes nomes do momento 
dos esportes, mais importantes e melhor pagos. Talvez seja Roger
Federer, David Beckham, Lance Armstrong, Ronaldo, Usain Bolt, Tiger
Woods ou Kobe Bryant. Será que a questão leva em consideração os valores com inflação? Afinal 1 milhão de dólares de 1980 não é um milhão atual.

Repassamos
de novo: Michael Jordan ganhava em 1998 mais de 33 milhões de dólares,
talvez Michael Schumacher e sua longa carreira no comando de um Fórmula
1, Pete Sampras… talvez. Quem sabe a resposta?

Segundo a revista Forbes, Tiger Woods é o primeiro esportista a superar ao longo de sua carreira o 1 bilhão de dólares em ganhos. Bom, pois espera um momento. Recentemente, Peter Struck, professor da Universidade de Pensilvânia revelou uma surpresa. Nem tenistas, nem futebolistas, nem golfistas nem nada de nada.

Tiger Woods

Acima de todos, o atleta que mais ganhou dinheiro na história foi… (tambores rufando) Cayo Apuleyo Diocles (quem?), um auriga (quê?).

Diocles, um hispano-romano nascido em Lusitânia, foi o auriga mais laureado da história, e segundo Struck, o esportista com mais ganhos. As corridas de bigas,
imortalizadas no cinema pelo filme Ben-Hur, no Circo Romano eram um
espetáculo para o povão da época e, de certa forma e resguardando as
devidas diferenças, algo similar à atual Fórmula 1.

Os aurigas deviam conduzir suas carruagens puxadas por cavalos
ao longo de 7 voltas no coliseu, um total de 4 quilômetros, em uma
desenfreada e selvagem corrida. Aqueles que conseguissem superar a meta
nos três primeiros lugares recebiam um prêmio.

Auriga na Biga

Diocles
participou durante 24 anos nesta profissão de alto risco, onde a
possibilidade de morrer era considerável, e ao longo desta dilatada
trajetória conseguiu 1.462 vitórias e 861 segundos postos em um total de
4.257 corridas, um registro certamente invejável.

Não obstante, não é a quantidade de vitórias o que faz de Diocles um atleta com grandes ganhos,
outros aurigas ganharam mais corridas que ele, senão o fato de
conseguir as vitórias nos eventos mais importantes, ganhando 1.450.000
sestércios em apenas 29 vitórias.

Auriga na Biga

Segundo
os cálculos de Struck, Diocles juntou uma fortuna total de 35.863.120
sestércios, suficiente para fornecer um grão a toda Roma durante um ano
ou manter o exército romano durante dois meses. Usando esse valor, e
segundo os padrões atuais do exército dos Estados Unidos, Struck estima
que atualmente equivaleria a uns 15 bilhões de dólares. Ao que parece Tiger ainda terá que ganhar muitos torneios para igualar ao nosso intrépido romano.

A fascinação pelo esporte, e suas desmesuradas recompensas, nos acompanham a muito mais tempo do que pensávamos.

Setembro 1, 2010

“ENDGAME: O PLANO PARA A ESCRAVIDÃO GLOBAL” 4 de 4

Filed under: Organizações — highness4435 @ 5:33 pm


Aldous Huxley, autor de "Admirável Mundo Novo", e irmão de Julian Huxley,"
em 1962 pouco antes de morrer, deu um discurso na universidade de Berkeley.
admitindo que seu livro o "best-seller" "Admirável Mundo Novo" escrito em 1932,
não estava baseado em ficção, e sim no que a elite estava planejando implementar.
Aqui eu gostaria de comparar brevemente a parábola de "Admirável Mundo Novo"
com outra parábola que foi apresentada mais recentemente, no
livro "1984" de George Orwell, estou inclinado a pensar que a
ditadura científica do futuro, e penso que haverão ditaduras científicas em
Muitas partes do mundo, terão provavelmente um padrão muito
mais próximo de "Admirável Mundo Novo" que do padrão de "1984" e que
estará mais perto dele não por intenções humanitárias
dos ditadores científicos, mas simplesmente porque o padrão
de "Admirável Mundo Novo" é provavelmente mais eficiente que o outro, mas
se eles podem fazer as pessoas dar seu consentimento com o estado atual
das condições em que estão vivendo, o estado da servidão, o estado do ser.


"Bem, me parece que a natureza da última revolução, com a que agora nos enfrentamos,
é precisamente isso – estamos no proceso de desenvolvimento
de uma série de técnicas que proporcionem o controle da oligarquia,
que sempre existiu e que presumivelmente sempre existirá,
para fazer com que as pessoas na realidade amem ser seus servidores.

As pessoas podem ser treinadas para que desfrutem do estado das coisas, que,
sob um padrão decente é suposto que eles não devem desfrutar, e estes métodos,
são o aperfeiçonamento dos velhos métodos de terror,
porque eles combinam métodos de terror com métodos de aceitação.
Bem, logo estão os outros métodos como por exemplo o método farmacológico.
Esta foi uma das coisas das que falei em "Admirável Mundo Novo" e o resultado
será esse… podes imaginar uma euforia que poderá fazer as pessoas
completamente felizes, mesmo nas mais abomináveis circunstâncias,
me refiro, ao que estas coisas posibilitam."


A elite tem deixado uma onda de destruição atrás dela, assim como
a sangue frio fazem experiencias com a população civil como se fossem ratos de laboratório.
Uma sequência de investigações do congresso descobriu mais de 20.000 testes secretos
que foram realizadas contra o povo dos Estados Unidos entre 1910 e 2000.
Um reconhecido estudo eugenista, o Projeto Tuskege da sífilis,
matou centenas de afroamericanos durante 40 anos até
que seus delatores o expuseram em 1972.
Desde 1943 até a atualidade, o Reino Unido tem feito
testes de gás nervoso letal com seu próprio pessoal, em seu próprio ar, terra e mar.
muitos morreram instantaneamente, outros tiveram mortes lentas ao longo dos anos.
O governo federal encomendou experimentos secretos com radiação,
em milhares de pacientes sem os seus consentimentos.
Centenas de hospitais dos Estados Unidos injetaram urânio e plutônio, em homens,
mulheres e crianças saudáveis, doses que excederam os níveis
terapêuticos até chegar aos letais.
Matando muitos dos que foram submetidos a estes testes.
As esposas grávidas de soldados da infantaria receberam vitaminas dos médicos, das bases militares, que na realidade consistia em urânio 239 e plutônio 241 altamente radioativo…
resultando em abortos involuntários e na morte das mães.
Soldados e marinheiros foram usados como ratos de laboratório.
Em centenas de testes de bombas de hidrogênio e atômicas,
norte-americanos patriotas foram irradiados por todos os lados, como animais de laboratório.
Pilotos foram forçados repetidas vezes a voar através dos "cogumelos atômicos"
que continham radiação destrutiva ao DNA.


De 1951 a 1961 o exército dos Estados Unidos pagou ao Ministro da Saude de Israel, três milhões de Liras para conduzir um teste de radiação em crianças Sefarditas que imigraram para Israel.
As escolas públicas do governo disseram para as crianças que
eles iam fazer um check-up médico e que iriam receber um teste de raios-X.
O Pentagono já tinha exposto a radiação mais de 4.000 crianças, institucionalizadas
nos Estados Unidos, muitas dos quais já morreram.

Mais de 110.000 judeus de pele escura receberam
35.000 vezes a dose máxima de raios X na cabeça, repetidas vezes.
Muitas das crianças morreram, em meses. Todos eles perderam o cabelo.
Alguns todavia continuam vivos e enfrentam sérios problemas de saúde.
Os testes secretos de agentes químicos, biológicos e radioativos,
em populações incautas, continua mundialmente hoje.
De 1940 a 1979 a grande maioria da população britânica foi pulverizada por aviões em mais de 2.000 ocasiões, com produtos químicos e micro-organismos letais sem que eles soubessem. (ver postagem"Chemtraisl" nesse mesmo blog)

Em 1968, o Pentágono testou uma mortal arma biológica no metrô de Nova York
e colocou pessoal em hospitais locais para monitorar os efeitos.
A agresiva esterilização de homens e mulheres
continuou em muitos estados até meados da decada de 80.
Atualmente, os Estados Unidos e a Inglaterra estão testando pesticidas
e drogas experimentais altamente tóxicas em 10 de cada 1.000 crianças
saudáveis que se encontram em casas de assistência social, muitas das quais morrem com o resultado dos experimentos.
Prisões em toda a nação tem forçado os internos a participar de
experimentos que variam desde estudos de pesticidas, até tomar pílulas
de dioxinas cosidas em suas costas.

"Gradualmente, por reprodução selectiva, as diferenças congênitas entre os governantes e os governados aumentarão ao ponto de se transformarem quase em espécies diferentes.
uma revolta dos plebeus será práticamente impensável, assim como uma organizada
"insurreição de ovelhas contra a prática de comer cordeiro"".
Bertrand Russell


H. G. Wells, Aldous Huxley, Bertrand Russell assim como centenas de outros
eugenistas constantemente se gabam sobre como o estabelecimento
acreditam que eles são uma separada, e mais avançada espécie que a do homem comum.
Os grandes eugenistas foram tão descarados em admitir que sua verdadeira meta não era
melhorar a herança popular, e sim piorá-la mais, para que assim
possam ser mais manipuláveis.
Russell, que ganhou o prêmio Nobel, escreveu extensamente sobre como as vacinas
cheias de mercúrio e outros compostos danosos ao cerebro induziriam
parcialmente, lobotomias químicas, e desenvolveria uma servil população de zumbis.
"Dietas, injeções e ordens combinadas, desde cedo
produzirão o tipo de caráter e o tipo de crenças que as
autoridades consideram desejáveis, e qualquer critica séria à elite será
psicológicamente impossível".
 Bertrand Russell


O impacto da ciência na sociedade há mais de cem anos, planejadores
sociais eugenistas disseram que
 utilizariam drogas que alterariam a
mente da população para controlá-la.
Em 2007, mais do 20% da população norte-americana se encontrava sobre algum tipo
de prescrição anti-depresiva.
Mas no caso de crianças em casas de assitência social um setor do qual o estado tem completo
controle, pelo menos 66% foram forçados a tomar um coquetel composto de uma
média de 7 drogas psicotrópicas.
O presidente da sociedade de médicos psiquiatras, Joe Burkett,
testemunhou diante da junta do Comitê Seletivo do Estado, sobre
as drogas psicotrópicas nas casas de assistência social, chocando o público
quando ele disse que 66% das crianças das casas de assistência social no Texas, foram
tratadas com drogas psiquiátricas porque eles estavam
muito, mas muito doentes por problemas genéticos.


O mundo ocidental agora está implementando a eugenia em pré-crimes políticos.
Os fetos agora estão sendo pré-selecionados, de acordo com os antecedentes penais da família,
Desde Portland, Oregon, até Londres,Inglaterra.. serviços de proteção infantil
estão matriculando crianças recém nascidas em bases de dados criminais quando nascem
forçando-os a comparecer audiências de liberdade condicional com a idade de 2 anos.
Os senhores feudais da ditadura cientifíca estão desenvolvendo impiedosamente
uma guerra implacável contra os mais indefesos.
Em dezembro de 1974, o governo dos Estados Unidos tornou a redução da população terceiro-mundista, em uma questão central para a segurança nacional..
O título da operação planejada: Memorando de Estudo de Segurança Nacional 200.
Não é mais do que uma regurgitação da comissão britânica de população,
criada pelo Rei Jorge VI da Inglaterra em 1944, quando declarou
abertamente que a população de nações do terceiro mundo seriam uma ameaça
para o monopólio do poder global da elite internacional.
No plano norte-americano autorizado por Kissinger, haviam 13 países visados
nos quais uma redução massiva de população era necessária.
Kissinger recomendou que o Fundo Monetario Internacional [FMI] e o Banco Mundial [BM] deviam dar empréstimos
as nações com a condição de que iniciem agresivos
programas de controle populacional como a esterilização.
Kissinger também recomendou que os alimentos deviam ser utilizados como arma e
que o incentivo a guerras também era uma ferramenta de muita ajuda para reduzir a população.
Em 1972, a Casa Branca de Nixon implementou uma política de eugenia,
que foi dirigida por George Herbert Walker Bush, então embaixador dos Estados Unidos
para as Nações Unidas.
Bush aconselhou a China na formulação de sua política de um só filho,
e dirigiu ao governo federal para esterilizar
 pela força mais de 40% das mulheres nativo-norte-americanas nas reservas.


O Clube de Roma, dominado pelo Grupo Bilderberg, tem promovido o ambientalismo como o melhor negócio para implementar a redução populacional.
As populações ocidentais aceitariam "céticas" se fossem
convencidas de que assim estariam salvando o planeta.
A industrialização da África, Ásia e da América Latina poderia ser bloqueada.
Os cidadãos renunciariam com gosto a sua soberania nacional,
se fosse vendida como uma medida de ajudar o planeta.
O intelectuais do Clube de Roma, também conjuraram a fraude do pico do petróleo
como uma maneira de criar uma situação de
 escassez artificial e o Clube de Roma
vem impulsionando agresivamente um imposto global ao carbono
como uma maneira de financiar seu governo planetário.
A cópia do Projeto de Avaliação da Biodiversidade Global das Nações Unidas
está estabelece, claramente, que a população humana deve ser reduzida
de seu nível atual de 6,5 milhões de pessoas ao de 1 bilhão de pessoas.


nos anos 70 a Àfrica do sul desenvolveu armas biológicas para
direcioná-las aos Asiáticos e Negros e posteriormente vendeu a
tecnologia a Israel em meados dos anos 80. Em setembro de 2.000,
O projeto por uma América do novo século publicou um documento
em que Dick Cheney descreveu armas biológicas dirigidas a um específico grupo racial,
como ‘armas de uso político’.
E uma pessoa disse:"Bem, por quê eles querem reduzir
a população humana, quando isso significa menos dinheiro para eles?"
A maioria das pessoas não tem idéia, de que eles não precisam de dinheiro.
eles tem todo o dinheiro que necesitam, eles querem poder.
Esse é seu afrodisíaco.


Os sehores feudais da nova Ordem Mundial, estão impulsionando
agresivamente uma política mundial de uma só criança por família.
A política Chinesa de uma só criança foi establecida gradualmente.
Nos anos 60 quando iniciou, tinham apenas que que pagar um imposto como pena.
Mas depois te prendiam se tivesse mais de um filho.
agora as mesmas propostas de penalizar os pais que tenham mais de
um filho estão sendo feitas nos Estados Unidos, Inglaterra e Europa.
Na busca de reduzir o aquecimento global, as crianças, de acordo com algums,
são os novos culpados, um grupo intelectual no Reino Unido disse que muitas crianças
são a causa do planeta estar piorando, afirmando que as famílias numerosas,
com mais de crianças, realmente deveriam ser mal vistas, como
um MAL para o meio ambiente, o fracasso para reciclar seus sacos de plástico,
conduzir um desses grandes veículos que gastam muita gasolina, e faz tempo viajam para outros continentes.


O Reino Unido, na verdade, tem um crescimento negativo, acredito que o Canadá também.
As famílias dos países ricos não deveriam ter mais de 2 filhos.
Em 1998, Ted Turner jurou dar mais de 1 bilhão as Nações Unidas para que fossem utilizados na implementação de políticas de redução da
população a nível mundial.
"Uma população mundial com um total de 250 a 300 milhões de pessoas,
ou uma diminiução de 95% dos níveis atuais, seria algo ideal."
Ted Turner,numa entrevista à revista Audubon


Em 1999, a fundação de Bill e Melinda Gates doou 2,2 bilhões
ao fundo de planejamento das famílias das Nações Unidas
igual a outros grupos de redução da população.
Em 2007, Gates havia doado mais de 30 bilhões de dólares
exclusivamente a grupos de controle de população
,
 a imprensa
corporativa
 cínicamente relatou que os Gates estavam doando dinheiro
para ajudar as crianças do terceiro mundo.
Bill e Melinda Gates foram nomeados como os mais generosos filantropos
do mundo quando seu amigo, e simpatizante da redução de população,
o entusiasta,
 Warren Buffet, doou 37 bilhões para financiar um exército de
grupos de controle de população.
"Eu realmente penso que O mundo seria muito melhor
quando não mais que ums 10 ou 20% de nós."
Dr. Eric Pianka


O Dr. Eric Pianka, proeminente biólogo, da Universidade do Texas
enquanto recebia um prêmio da academia de ciência no Texas
disse que a pandemia mundial da AIDS "Não é boa, é muito lenta",
E passou a elogiar as virtudes do Ebola porque poderia matar ums
90% da população rápidamente.
 quando suas declarações causaram
uma controvérsia nacional seus estudantes graduados o defenderam
declarando que Pianka era muito comservador, e que todos os humanos
deveriam ser assassinados.
Porém mais assustador foi o fato de que uma multidão de mais de 1.000 proeminentes
cientistas, segúndo os jornais locais, relataram que 95% dos participantes
ovacionaram Pianka a cada ocasião que exaltava as virtudes de uma explosão
massiva de micróbios e a destruição do homem.
"A China foi capaz de dar a volta e tornar-se
uma super potência mundial porque eles têm um Estado policial
e são capazes de forçar as pessoas a parar de reproduzir-se."
Dr. Eric R. Pianka


O movimento eugenista tem sacudido muito sua bagagem nazista,
e está utilizando a preocupação legítima das pessoas sobre o meio ambiente como um manto
para ocultar seu verdadeiro programa. Todo mundo quer respirar ar puro
e ter água de boa qualidade,
 porém os que controlam o movimento
do meio ambiente não tem feito nada mais que cooperar com a preocupação do público
 colocando em libertade condicional em apoio as políticas globais que

desestabilizaram ainda mais o terceiro mundo,

criando uma miséria que jamais havíamos visto.
Fraudulentos grupos de ambientalistas e de conservação, agora são os grandes grupos privados
que exploram o solo de todo o mundo.
Eles buscam aos governos para tomar posse em propriedades de populações locais,
únicamente para desenvolver eles mesmos depois.
Quando o exército dos Estados Unidos descarrega milhões de galões de gás nervoso
na costa leste dos Estados Unidos, eles não dizem uma palavra.
Muitas empresas estão criando transgênicamente
espécies cruzadas, híbridas patenteando plantas, animais e insetos
e lançando os novos organismos na biosfera global, vandalizando
o código genético do planeta.
E as grandes organizações ambientais, não fazem nada.


A elite coorporativa do planeta tem intensificado seu impulso
para obter um sistema global de impostos, com um ano de acumulação pela
histeria do "Live Earth" celebrado o 7 de julho nos 7 continentes,
Os líderes mundiais anunciaram que salvar a terra era o novo
Princípio de organização para a humanidade, aclamando-a como
 uma nova religião para o planeta.
eles asseguram que o CO2, que as plantas respiram está matando o planeta
e que devemos reduzir o número de filhos que temos, para reduzir nossa emissão de carbono.
Países através do mundo, evitam marcar o dia passando a novos regimes de imposto sobre o carbono, aumentando impostos sobre a gasolina, gás natural e eletricidade.


"É um fato científico que o Sol é o motor principal do clima no planeta, e as medições são claras.
O sol está cada vez mais quente e brilhante. Vem aumentado lentamente a temperatura nos últimos céculos, causando o aquecimento, no solo na terra senão em todo o sistema Solar.
Mas os fatos científicos e até mesmo a ordem dos planetas,
não importam para um dos chefes organizadores de "Live Earth".
quando falamos com David Mayer de Rothschild, O braço britânico da fortuna Rothschild.
quando disse a Rothschild a respeito da ordem dos planetas, ele apenas riu
pensando que o público não o entenderia.
Ele continuou contando com a ignorância da população e assegurou
o lobby do Aquecimento Global não tem nada a ver com os impostos de carbono.
Porém vocês se estão comendo toda a preocupação do mundo só para
por seus bolsos a fazer fila e fazer que as crianças leiam seus livros nas escolas
e tudo isso é um negócio tal como você disse, Rothschild.
É a mesma coisa que fizeram seus tatara, tatara, tara ancestrais "cambistas de dinheiro".
Eles estão na Alemanha, Red Shield e estou te chamando de Red Shield.
Sabemos que é uma farsa."


"Um sistema fiscal baseado na poluição, principalmente no CO2.
As calotas polares de Marte têm … diminuindo, várias milhas ao ano,
muito mais rápido que os nossos, as luas de Júpiter e Saturno estão derretendo.
De fato, várias luas foram gelo e de agora são oceanos.
Agora, como é que as camionetes esportivas estão causando isso, David Rothschild?"


"Júpiter e Saturno não estão mais proximos do sol, tão pouco Marte.
Sim senhor, eu acho que você vai se dar conta… que o único propósito
do que quero dizer como um ponto final, é que para que obtenhas seu sistema
fiscal, porque na realidade não é imposição… é para colocar um preço ao carbono
um imposto seria melhor."


"O comércio de emissões você também pode fazê-lo."
Se houvera um imposto sobreo carbono, haveria necesidade
de um grande sistema econômico de comércio de emissões.
Eles não são bons, ou poderiamos fazer ambos.


Os arquitetos da Nova Ordem Mundial estão em uma corrida
para completar a estrutura do governo mundial e, em seguida, reprimir
desenvolvimento independente de tecnologias que ameaçem seu monopólio de poder,
enquanto que ao mesmo tempo, dirigiriam novos desenvolvimentos
na direção que os arquitetos traçarem para a humanidade.
Os tecnocratas chamama seu sistema de governo de a revolução final,
porque nos impérios do passado foram forçados militarmente.
Agora é aplicada, principalmente psicológica e econômicamente.
E a própria sociedade é uma construção da elite,
que opera fora do paradigma controlado e toma o controle da civilização que está dentro.
Como uma criança mantém o ambiente em um aquário,nós somos como ratos de laboratório vivemos toda a nossa existência, sem questionar os cientistas que fazem experiências conosco, o sem preguntar aos confinados da jaula.


Os engenheiros da Nova Ordem Mundial tem roubado o destino da humanidade.
Seus controladores tem estudado amplamente o comportamento humano por mais de 100 anos,
e agora estão nos dirigindo com um controle muito eficaz,
utilizando nossas unidades primitivas e desejos como alavancas.
Eles desenvolveram os seus sistemas de controle mental ao ponto
de ser capazes de controlar o inconsciente pessoal por meio, de coisas como um automóvel.


"Em 2020, haverá um único governo mundial." Ray Kurzweil em 1999


A eugenia dominou o século XX, seu espírito impiedoso
agora tem provocado uma metástase no campo da genética,
nanotecnologia e robótica
, mas isso não é surpresa.
Desde a sua criação, as 3 disciplinas tem sido dominadas por eugenistas.
O bilionário fundador da "Sun Microsystems", Bill Joy,
corajosamente foi ante o público em 2000, para avisar de um consenso canceroso
entre a elite tecnocrática, que no melhor dos casos
a humanidade será escravizada completamente até 2030
e, no pior dos casos o extermínio em massa de todos poderá acontecer, para que a elite tome tudo.
quem é quem na tecno-elite.
São membros do que é conhecido como o movimento trans-humanista ou pós-humanista.
muitos de seus adeptos, únicamente vêem os aspectos benéficos
do aumento exponencial da tecnologia como dar visão aos cegos,
som para os surdos e uma vida mais longa para todos.
Mas o que muitos deles não sabem é que o professor eugenista,
Julián Huxley, que fundou o trans-humanismo e os controladores da sociedade
admitem abertamente que o novo sistema estará desenhado para progredir em uma tirania absoluta.
O líder trans-humanista, Ray Kurzweil, se gaba de que os avancos tecnológicos
permitirão que aqueles que podem se dar ao luxo viver para sempre
mas admite que a maioria não terá a oportunidade de estar com a nova raça mestra.
No impulso pelo governo mundial, agora tudo é acerca de quem controlará
e terá aceso radicais aos sistemas de extensão da vida.
"A evolução biológica é demasiado lenta para a espécie humana.
Durante as próximas décadas, serão deixados na poeira."
Ray Kurzweil


Os trans-humanistas acreditam que obterão a fonte da juventude, mediante a fusão com a tecnologia.
Que agora pode estar dentro de seu alcance.
Algumas décadas atrás, os trans-humanistas disseram que não aceitavam os aumentos
e sem implantes já não terias a oportunidade de conseguir trabalho.
E está acontecendo hoje em dia.
Microchips implantados em oficiais mexicanos.
Uma empresa norte-americana implanta etiquetas eletrônicas em seus trabalhadores.


"A elite que ocupa os lugares de comando da realidade digital são niilistas suicidas.
E os niilistas suicidas sabem que já não existe um propósito
sustentador para à sua vontade.
Mas eles sempre preferem estar dispostos a seguir a sua vontade, que não agir.
"Eles felizmente poderiam aliar-se com uma noção de holocausto
nuclear o perfeito extermínio."

Arthur Kroker


A tecnologia tornou-se tão poderosa na sua capacidade de destruição,
que a humanidade livre não pode-se permitir deixar os tecnocratas psicopatas,
com delírios de grandeza, repetir os mesmos erros de seus antepassados,
porque esta ocasião é muito provavel que possam destruir tudo inclusive eles próprios em seu
adoentado caminho para tornarem-se deuses.
temos dito a orgia sangrenta dos senhores feudais
e de sua experiência que custou a vida a mais de 150 milhões de pessoas no século XX.
E agora eles estão nos prometendo impôr-nos uma invisivel tirania que mostrará como
foram pequenas suas explorações do passado.
Nos dias da II Guerra Mundial, existiram nações soberanas
e exércitos que se levantaram contra a solução final de Hitler.
Uma vez que se estableça o governo mundial, nada poderá deter os planos de redução populacional
global da Nova Ordem Mundial.
Para aqueles imunes a programação psicológica, a Agência Administrativa de Emergencia Federal
"FEMA" já vem construindo campos de concentração, através dos Estados Unidos em sua busca
por reduzir a população. nenhum método está fora de questão.
Estes construtores da obscuridade estão tentando lançar uma série de pragas,
utilizando armas biológicas criadas pelo homem.
Cada uma pior que a anterior, enquanto que ao mesmo tempo,
expandir a polícia do estado para executar uma ordem de extermínio
da população – tudo em nome de combater terroristas invisíveis.
E o "Guia das Pedras da Geórgia", estam de pé hoje,
como um frío testamento da misão sagrada da elite,
de ter um sistema de dois tipos, em que os membros da clase baixa
serão forçados a viver como escravos, em pequenas cidades cercadas, enquanto
a elite desfruta do solo do planeta Terra.
Evoluindo em super-humanos com a ajuda de tecnologias e implantáveis,
terão vidas eternas e viajarão através do cosmos.
Essa é a promesa que tem sido feita aos membros dos círculos centrais,
da Nova Ordem Mundial e da agenda do Grupo Bilderberg.
Em 2007, o grupo Bilderberg recebeu a cobertura global
mais pesada em sua história.
Jim Tucker presenciou conferências de imprensa atendidas por
centenas de membros da imprensa, e uma nova geração de guerreiros informáticos,
como o repórter Paul Dorneanu da Romênia,
estão monitorando a elite não importa onde se escondam."

 

“ENDGAME: O PLANO PARA A ESCRAVIDÃO GLOBAL” 3 de 4

Filed under: Organizações — highness4435 @ 5:32 pm

Sob o ato traiçoeiro da comissão militar, os cidadãos norte-americanos
podem ser detidos secretamente, despojados da sua cidadania, levados ao estrangeiro em campos de tortura e ser executados em segreto.

Nos termos do artigo 802 do Patriot Act, todas as ofensas menores

são consideradas como terrorismo.
Esquadrões da polícia federal, chamadas "equipes VIPER", aleatoriamente forçam aos norte-americanos a colocar-se em fila para que mostrem seus documentos.

Desde as calçadas de Miami, até o metrô de Nova Iorque e as ruas de Houston Texas,
Os cidadãos estão sendo revistados por bandos armados de polícia paramilitar.
Muito antes de 11/9 o Pentágono estava violando agressivamente
a lei federal que não permite a exército controlar o povo norte-americano.
De costa a costa, por mais de 2 décadas, equipes de tropas
poderia aparecer do nada e deter automóveis aleatoriamente e revistar os carteiros.
A situação piorou com tropas regulares revistando bolsos
em superestações e no "Kentucky Derby" como em outros eventos de alto perfil.
Em seguida, o presidente Bush assinou uma lei de autorização da defesa, que aumentou
radicalmente o financiamento da já inchada sombra do governo.


Na lei, o Executivo anunciou formalmente que estavam
se preparando para a insurreição nacional e para tomar, preventivamente,
os poderes aos governadores e legisladores.
O governo federal está anunciando abertamente que é a única autoridade,
tratando aos povos e estados como inimigos.
Então em 9 de maio de 2007,o presidente Bush ilegalmente
se outorgou novos poderes, e a presidência oficialmente
tornou-se uma ditadura desafiadora.
No passado, a continuidade do governo foi partilhada com o poder legislativo,
judiciário e executivo, os 3 poderes do governo.

Agora, todo o poder reside no presidente, incluindo a menor das razões,
no próprio texto dos documentos:
 qualquer incidente no mundo

sem importar sua localização, que afete a população,

infra-estrutura, meio ambiente, economia ou funções governamentais,

pode desencadear, sob a própria vontade do presidente,
na lei marcial em sua totalidade.
É importante destacar que o presidente é simplesmente um fantoche do sindicato

global do crime e pode não utilizar os novos poderes.

Mas deixá-lo nas mãos de futuras administrações corruptas.


As pessoas devem ser ensinadas a amar seu líder. É mais importante.
Porque não aprender com os erros de nossos antepassados.
Porque a humanidade se encontra assim mesmo obrigada a um ciclo de

derramamento de sangue e escravidão.
As elites predadoras sempre tem racionalizado sua opressão,
afirmando que são superiores e que têm o direito divino a dominar.
quando eles na realidade são um bando de psicopatas impiedosos,
sugando como parasitas o sangue da população, até que seu movimento
cancerígeno provoque o colapso da população.
Houve centenas de governos tiranos na história e menos
de 10 podem ser chamados livres de verdade.


Só no século XX, mais de 150 milhões de pessoas foram
assassinadas pelas mãos do estado, na Russia o "terror vermelho"
acabando com a vida de mais de 60 milhões de homens, mulheres e crianças.
A guerra de Hitler matou 22 milhões.
Durante o governo de Mao Tse Tung mais de 60 milhões de camponeses
foram assassinados e a lista segue aumentando.
300.000 civís inocentes assassinados na Guatemala.
Mais de 2 milhões de pessoas foram assassinadas brutalmente pelo governo do Camboja.
1,5 milhões assassinados na Turquia, 300,000 em Uganda.
Mais de 800.000 assassinados a machadadas em Ruanda.


Infelizmente, há muitos exemplos de famílias inocentes que têm sido
exterminadas por seus governos, em uma escala industrial em nome de todos eles.
É um fato histórico que o Estado é o numero 1 na causa mortes provocadas.
Se você tomar as mais de 150 milhões de pessoas assassinadas por governos brutais,
durante o século passado e dividir entre 100.000, o número de mortos
encheria os maiores estadios esportivos, com mais de 100.000 fanáticos,
1500 vezes, dando um total de 1.500 estádios esportivos lotados
com 100.000 pessoas exterminadas.
Para aqueles que pensam que não pode acontecer aqui o que
acontece fora, já foram advertidos.
A carnificina testemunhada apenas nos últimos 100 anos foi a etapa de preparação do plano
mestre da Nova Ordem Mundial.
Os crimes de Hitler e Stalin agora fazem parte da história, mas o
malvado sistema Comunista chinês ainda não está satisfeito com ter a mais alta
cifra de mortes da história.


O massacre e escravidão ainda continuam existindo e goza do pleno apoio por parte
da Nova Ordem Mundial.
A China Comunista funciona como um laboratorio global – um campo de provas –
onde 1,4 bilhões de pessoas vivem suas vidas como ratos de laboratório
que serve para fazer testes para a formulação de "admirável mundo novo".
As forças britânicas e norte-americanas colaboraram com Mao Tse Tung durante
a II Guerra Mundial e ao final da guerra, apoiaram secretamente
Mao para que acabasse com Chiang Kai-Shek e os nacionalistas.
A agência Serviços Estratégicos, que então se converteu na CIA acreditava
Mao teria um efeito estabilizador.
O mentor de Bill Clinton e profesor de ciência política na universidade de Georgetown,
Carroll Quigley, explicou em seu livro "Tragédia e Esperança",
como os grupos políticos Anglo-americanos apoiaram cada modelo de
autoritarismo, desde o Comunismo até o Fascismo, para garantir que um governo
centralizado dominasse a população e a economia, como o planejado.


A elite está formada por pessoas monopolistas.
Eles buscam criar monopolios e dominar as população através do cano de uma arma.
Em seus escritos, os líderes da Nova Ordem Mundial tem
elogiado continuamente o corrupto modelo da China Comunista.
Em agosto de 1973, num artigo escrito por David Rockefeller
para o New York Times, Rockeller elogia e apoia abertamente
as ações de Mao Tse Tung enquanto ele admirava o seu sistema de controle e comando.


"Qualquer que tenha sido o preço da revolução Chinesa, obviamente
teve exito não só produzindo uma administração mais eficiente e dedicada,
senão inclusive no fomento de uma alta moral e propósito comunitário.
A experiência social na China sob a liderança de Mao,
é um dos mais importantes e bem sucedidos na história. "
David Rockefeller para o New York Times,
10 de agosto de 1973.


A China Comunista é o modelo de sociedade planejada pela Nova Ordem Mundial.
A China tem recebido mais prêmios das Nações Unidas por suas políticas
e forma de governo, mais que nenhuma outra nação.
Nos olhos dos planificadores globais, a China autoritaria é o futuro.
China adotou a política de ter uma só criança em virtude de pressões de
um consórcio de organizações eugênicas, que inclui:
Planned Parenthood (Planejamento Familiar) e das Nações Unidas.
Os casais que tem mais de um filho enfrentam fortes multas,
prisão e a prática do aborto forçado.
Na China, o desejo cultural de ter um filho homem, tem causado
uma crise profunda em que existem 30 milhões a mais de homens que mulheres.
A polícia do estado chinês tem esmagado impiedosamente qualquer tipo de disidência.
Igrejas subterrâneas, praticantes da Falun Gong e os trabalhadores em greve;
são enviados para campos em que devem realizar trabalhos forçados.Seu grupo
sangüineo e tipo de tecidos são catalogados em preparação para se tornar
parte de uma "colheita de órgãos".
O governo chinês, em seguida, vende os órgãos dos prisioneiros para a melhor

oferta no mercado mundial.
Se um paciente adinheirado decide viajar a China, o prisionero é
morto e os órgãos são implantados. Se os órgãos devem ser enviados fora
do país, uma unidade móvel os extrai durante o vôo até onde o "Cliente" está esperando.
Os engenheiros sociais da China praticam a eutanásia agressivamente com os idosos e incapacitados.
A China está seguindo simplesmente o plano de ecravidão global.
O mesmo sistema de desumanização total, silenciosamente está sendo implementado mundialmente.
"O despovoamento deve ser a principal prioridade de nossa política exterior
para com o terceiro mundo"
 Henry Kissinger, 1974


Agora, existe uma necesidade de uma Nova Ordem Mundial, mas tem
diferentes características em diferentes partes do mundo.
Agora, nada disso pode ter êxito atualmente, mas para mim este é o
tipo de esquema que algum dia, nos próximos anos, terá uma solução.


De onde vem esse tipo de mentalidade?
Porque as elites matam grandes massas de gente, quando ninguém está resistindo a eles?
Quando eles já obtiveram o controle total, que ideologia motiva a elite psicopata?


Desde a época de Platão a 2.400 anos, planificadores estatais tinham
proclamado abertamente seu desejo de controlar cada detalhe das vidas do povo.
Desde programas de natalidade até o extermínio em massa de indesejáveis,
O obscuro sonho continuou durante 2 milênios.
"Eugenia:
é o estudo das agências de controle social, que melhoram
ou prejudicam as qualidades raciais das gerações seguintes
física e mentalmente".
Sir Francis Galton
O racionalismo científico sempre tem sido atrativo para a tirania
das elites, porque cria uma justificativa conveniente para tratar
seus semelhantes como se fossem animais inferiores.
Robert Thomas Malthus, famoso por ter dito que que uma massiva falta de

alimentos seria de grande ajuda porque acabaría com os pobres.
Seu cenário fictício despois seria chamada como catástrofe maltusiana.

Malthus é importante, porque suas idéias levaram ao surgimento

de um novo campo científico que dominará o transcurso da história humana

pelos próximos 200 anos.
Charles Darwin, um admirador do modelo de catástrofe maltusiana,
desenvolveu a teoria da evolução, com a afirmação de que
sobrevive o mais apto, com a ajuda de Thomas Henry Huxley, conhecido
como o "bulldog" de Darwin por seu forte apoio às teorías deste.
As teorías de Darwin foram
 impulsionadas a ser aceitas entre importantes
circulos científicos através da Inglaterra e do mundo.
O primo de Darwin, Francis Galton, que tem o crédito de ser o pai da eugenia,
viu uma oportunidade para a espécie humana avançar, tomando as rédeas da teoria
da evolução de Darwin, para aplicá-la a princípios sociais para desenvolver um Darwinismo social.
As famílias Darwin, Galton, Huxley e Wedgwood e foram tão
obcecadas com sua nova teoria de desenho social, que eles juraram:
que suas famílias unicamente procriariam entre elas.
Eles predisseram equivocadamente que com umas poucas gerações,
eles produziriam super homens.
A emergente pseudo ciência só ajudou a reforçar a prática da endogamia,
que já era popular entre a elite por milênios.
O experimento das 4 famílias foi um desastre.
Em menos de 2 gerações de endogamia, quase 90% de seus filhos morreram ao nascer ou tiveram sérios
problemas de deficiência física e mental.
As classes ricas do planeta e em particular as famílias Reais do
mundo que já estavam obsecadas por seus descendentes, e, por sua vez, predador
desdém para com as classes despossuídas, se ocuparam da Nova ciência e começaram
a fazer valer a sua nova meta mundialmente.
Biometria é aparentemente uma nova ciência, mas foi efectivamente desenvolvida por Galton na década de 1870 como uma forma de rastrear as características raciais e histórias genéticas, e como uma forma de decidir quem teria licença para reproduzir.


Em 1994 foi fundada a instalação de investigação "Cold Spring’s Harbor",
nos Estados Unidos, pelo eugenista Charles Davenport, com o
financiamento dos proeminentes
 "barões roubo" Carnegie, Rockefeller e Harriman.
Em 1907 as primeiras leis de esterilização foram aprovadas nos Estados Unidos
.
cidadãos com leves deformidades ou baixos resultados nos testes
dos cartões de informação, foram presos e forçados a ser esterilizados
.
Em 1910, nos Estados Unidos, o escritório de registro de eugenia foi aberta.
Para isto os britânicos haveriam criado a primeira rede de trabalhadores sociais,
para servir como espiões e agentes do culto de eugenia racial.
Que rápidamente estava tomando o controle da sociedade ocidental.
Os trabalhadores sociais decidiriam a quem eles tomaríam os seus filhos,
quem seria esterilizado, e em alguns casos quem seria assassinado silenciosamente.


Em 1911, a família Rockefeller exportou a eugenia para Alemanha ao
colocar em falência instituto "Kaiser Wilhelm", que logo seria
um pilar central do Terceiro Reich.
Em Londres durante a conferência internacional de eugenia em 1912, esta se converteu
em uma loucura internacional que obteve status estelar.
O autor futurista "bestseller" de fição científica H. G. Wells tinha estudado Biologia
sob a orientação de eugenistas, estava propagando a nova crença mundialmente.
Por volta de 1916, a amante de H. G. Wells – Margaret Sanger – começou a promover
a eugenia nos Estados Unidos, em 1923 Sanger recebeu enormes fundos da família Rockefeller.
Sanger escreveu ao seu colega eugenista, Clarence J. Gamble,
que os líderes da comunidade negra deviam ser recrutados para
dirigirem programas de esterilização, dirigidos às comunidades afroamericanas.
En 1924, Hitler em seu livro’Mein Kampf’ (Minha Luta) deu crédito aos
eugenistas norte-americanos como sua inspiração.
Hitler inclusive escreveu uma carta de admiração ao conservador e eugenista
norte-americano, Madison Grant, chamando seu livro orientação racial,
"A morte da Grande Raça" de sua bíblia.
 Hitler desenvolveu seu plano de
exterminio em massa dos judeus, e do que chamou outras "sub-raças"
assim como os deficientes, por contribução de Madison Grant

em 1927 a eugenia chegou aos principais meios de comunicação.
A chamada ciência foi impulsionada agresivamente em concursos escolares,
igrejas e feiras do estado.

As igreijas realizaram concursos de competência com grandes
somas de dinheiro como prêmio, para ver quem era o melhor para aplicar a eugenia em seus sermões.
Pessoas importantes dentro da religião, diziam aos norte-americanos que Jesus apoiava a eugenia.
Nesse mesmo ano nos Estados Unidos mais de 25 estados aprovaram
leis de esterilização e a Suprema Corte esteve a favor das
brutais políticas de esterilização.


Quando Hitler chegou ao poder em 1933, uma das suas primeiras
atitudes foi aprovar a legislação nacional de eugenia,

influenciado pelas leis dos Estados Unidos.
Em 1934 o filme "Tomorrows Children" divulgou o programa
eugenista aos quatro ventos nos Estados Unidos.
Em 1936, a Alemanha tornou-se o líder mundial da eugenia ao tomar
medidas efetivas de esterilização e eutanásia em centenas de milhares de vítimas.
Os 3 grandes eugenistas norte-americanos, Davenport, Laughlin e Goethe,
foram enviados a Alemanha pelos Rockefeller onde eles acessoraram
os nazistas nas medidas de adaptação para seu sistema de extermínio.
Contando com amplo apoio dos Estados Unidos e Inglaterra, Alemanha havia ultrapassado
o limite, e dezenas de milhões pagariam com suas vidas.
No final da guerra, os aliados evitaram o julgamento dos
mesmos cientistas nazistas que haviam torturado milhares de pessoas até a morte.
O ramo da eugenia nazista, havia avergonnhado à elite, mas não tinham
nenhuma intenção de deter seus planos.
 Os aliados lutaram literalmente
uns com os outros para ver quem se ficaria com os grandes eugenistas nazistas.
Não importava se os doutores da S.S. tinham torturado
dezenas de milhares de pessoas até a morte, eles eram livres para sair.
O "Anjo da Morte" Josef Mengele e seu chefe Otmar von Verschuer não foram
julgados e von Verschuer inclusive continuou com seu trabalho na Alemanha do pós-guerra.
Os eugenistas estavam insatisfeitos com o fato de que seu árduo trabalho tinha sido exposto.
eles então mudaram seus métodos para camuflar seu programa.


A eugenia práticamente se transformou em biologia social.
A Liga Americana de Controle de Natalidade foi transformada em planejamento familiar.
Novos termos, como trans-humanismo, controle populacional, sustentabilidade
conservação e ambientalismo substituiram higiene racial e Darwinismo social.
Muitos eugenistas do período anterior participaram do que chamaram de cripto-eugenia.
Escondendo o propósito de suas crenças eugenistas, eles se converteram em altamente
respeitados antropólogos, biólogos e geneticistas no pós-guerra.
Os aliados comtrabandearam milhares de cientistas nazistas para fora da Alemanha.
e os colocaram em importantes postos científicos, desde armas biológicas
até foguetes através do complexo Militar-Industrial.


O fundador da, IBM foi um devoto seguidor de Hitler.
Thomas J. Watson lhes forneceu cartões perfurados para seus computadores
e técnicos da IBM que os nazistas usaram em seus campos de concentração.
As tatuagens das vítimas nos campos de cocentração, foram números de identificação da IBM gravados em computadores
.

A IBM tinha utilizado um sistema semelhante em 1928, em um estudo de mistura racial.

Os primeiros computadores literalmente foram inventados por um eugenista

para a eugenia. O diretor da UNESCO e eugenista sem arrependimento,

Julián Huxley, alegou que como os líderes da eugenia tinham
fundado os movimentos de conservação do meio ambiente, eles eram quem
deveria ser o veículo da formação de um governo mundial,
tal como H. G. Wells tinha previsto, este governo será controlado
por uma ditadura científica e será guiado pelos princípios da eugenia.
Huxley formulou a fundação mundial para a vida selvagem, com o Príncipe Bernard da Holanda,
membro fundador do grupo Bilderberg, e o Príncipe Felipe da Inglaterra,
que tinha ligações com a SS.
"Caso eu chegasse a "reencarnar".
gostaria de retornar como um vírus mortal, para ajudar a contribuir com algo
o problema de superpopulação".
Príncipe Felipe Reportado pela Agência
Alemã de Imprensa (DPA)
Agosto de 1988

“ENDGAME: O PLANO PARA A ESCRAVIDÃO GLOBAL” 2 de 4

Filed under: Organizações — highness4435 @ 5:30 pm


Este é um governo mundial. Estão definindo a agenda global.
estão decidindo se haverá ou não uma guerra contra o Irã,
se os aumentarão impostos ou não aumentarão, se os preços do petróleo aumentarão ou disminuirão.
Há muito mais na sua agenda, que vamos descobrir com o tempo,
mas esses são três pontos muito importantes em na pauta deste ano.(2006)
"120 dos homens mais poderosos do mundo: Chefes de Estado da Europa,
altos funcionários do governo dos Estados Unidos, Departamento do Tesouro,
Casa Branca, Departamento de Estado, de Defesa. eles estão establecendo a agenda global, agora.
A razão pela qual o fazem em segredo, es porque eles estão fazendo o mal.
O mal é feito sob a escuridão. Boas obras são realizadas sob a luz do Sol."


"Estamos à beira de uma transformação global.
Tudo que necessitamos é indicar grandes crises e as nações
aceitarão a Nova Ordem Mundial".
David Rockefeller


Daniel Estulin tem presenciado as reuniões dos Bilderberg na Europa
e na América do Norte há mais de 15 anos.
Seu livro, "Clube Bilderberg" foi traduzido para mais de 20 idiomas
e é um "Best Seller" mundial.


Estulin fotografou muitas reuniões Bilderberg no passado.
Nos termos da Lei Logan é um assalto à mão armada que qualquer membro do
governo federal ou do estado se reúna com membros de um governo estrangeiro,
sem a autorização expressa das autoridades, como o presidente ou o Congresso.
Em suma, é ilegal que os membros do governo se reunam em segredo, sob portas
fechadas, com representantes de nações estrangeiras devido a problemas de corrupção
e espionagem que podem criar. Por esta razão, muitos políticos
importantes comparecem ao evento, mas os seus nomes não aparecem
na lista oficial.


Eles preferem não ter qualquer tipo de publicidade. Preferem o silêncio absoluto.
"Muita informação tem sido plantada pelos Bilderbergers,
para garantir que essas informações coloque em descredito os nossos repórteres.
Razão pela qual nunca publicamos a primeira coisa que ouvimos."
As decisões que esta gente toma, não são somente decisões que
impactam a comunidade empresarial, elas impactam as políticas,
negócios, meio ambiente, em torno do espectro,
e essas decisões são tomadas por um grupo muito elitista sob portas fechadas.
"O que acontece quando 120 dos mais poderosos homens do mundo,
se juntam para reuniões com funcionários do governo?
Acredito que isso seja grandioso."


"Bem, aqui está o que eu quero dizer, estão planejando a agenda corporativa.
Eles estão planejando uma viagem para a Democracia
Humana na sua agenda, na minha opinião.
Mussolini teria uma definição, quando os intereses da corporação
que tomam completo controle sobre todos os demais intereses – isso é o fascismo.
Ele disse que eles provavelmente deveriam chamar-lhe de corporativismo.
Bom, chamar-lhe Corporativismo, chamar-lhe Fascismo, chamar-lhe Neo-Liberalismo, Neo-Comunismo…
Há uma grande variedade de palavras políticas dependendo do meio do qual você venha, para começar
para descrever a coisa.
Mas o que eles estão descrevendo é o fim completo da Democracia, O final do que importa para o
povo, o final do que sucederá com o destino dos seres humanos, e por essa
razão acredito que isto é repugnante."


"Senhoras e Senhores hoje estamos aqui no Mundo Para lutar-mos contra o Grupo Bilderberg
que está tentando se livrar da soberania dos Estados Unidos.
A verdade do seu governo mundial, tem sido exposta. nós sabemos que vocês não tem piedade,
sabemos que são malvados. Para David Rockefeller e demais
representantes dos Rothschild aqui. Para a Rainha da Holanda, para todos
vocês, nós dizemos: você não é nossa rainha, vocês não são nossos reis
vocês não são os nossos deuses. Nós não lhes pertencemos,
"nós não somos escravos", nós permaneceremos livres, tal como os humanos
tem se mantido desde o início do tempo.
Contra os homens poderosos, contra os ladrões, assassinos e contra os desordeiros.
Venceremos o seu governo mundial. Venceremos a fiscalização mundial.
Venceremos a sua infraestrutura de controle. Deus está do nosso lado.
Me apresento diante do criador do universo, e lhe pergunto ao criador do universo,
Como, os fundadores do nosso país, fizeram em 1776 para orientar e direcionar nos?
Para nos dar o poder, previsão, entendimento
e a vontade de permanecer contra o sua agenda.
Incluindo o seu plano final para reduzir a população mundial em 80%,
Henry Kissinger escreveu que, em 1973. Por que colocar o mercúrio nas vacinas?
O cloreto de sódio na água? Por quê?
Porquê colocar vírus cancerígenos nas vacinas?
Por que utilizar o urânio empobrecido em 4 diferentes nações?
vocês são arrogantes, tem a doença que os elitistas sempre tiveram,
através da história em suas literaturas, ou em outros casos de figurativas torres de marfim.
Eles pensam que são invencíveis.
Falharam e estão falhando agora. Sua Nova Ordem Mundial fracassará.
A humanidade os vencerá. A resposta para "1984" é 1776." "


Bilderberg é uma organização elitista e a maneira como funciona o protocolo

de suas reuniões e seu pessoal, depois de terem sido examinados,

lhes é dito como é suposto que devem se comportar,
o que significa que não podem nunca dirigir-se aos participantes.

Nunca pode falar com eles, a menos de que eles falem com você antes.
Nunca podem vê-los nos olhos.devem cercar-lhes pelo lado direito
(de pessoas destras)e pela esquerda (de pessoas canhotas). Nunca podem ver eles diretamente.
Além de toda informação que é discutida, durante as conferências, sob qualquer circunstância é autorizado a sair.


Isso é o que eles dizem. Eles são ameaçados de não encontrarem outro emprego em qualquer lugar perto da área, se revelarem qualquer tipo de informação a imprensa.
Existem vários tipos de serviços de segurança. A delegação norte-americana,
em todas as reuniões dos Bilderberg, é usualmente protegida pela CIA,
e pela divisão especial do exército dos Estados Unidos.
A delegação britânica é protegida pelo MI6.

Os israelenses usualmente são protegidos pelo Mossad.
Então há ali uma empresa privada, da elite, protegendo o perímetro,
fazendo todo o trabalho sujo como tratar de espantar os fotógrafos.
Molestando os manifestantes, porém esse é um pessoal insignificante.
Todo o trabalho pesado é feito pelos serviços de segurança como a CIA eo MI6.

O grupo Bilderberg foi fundado por David Rockefeller e os
Rothschild no Reino Unido e Europa. Onde tem grandes poderes.
O Barão Evelyn de Rothschild, participou do evento por muitos anos.
Os Rothschild ainda são representados. Você pode ver os seus nomes na lista de participantes.
Alguém representa o Grupo Rothschild. São a principal força por trás dos Bilderberg, A "Royal Dutch Shell" é parte da fortuna da rainha.
E é claro, os Rockefeller sempre tiveram interese por petroleo.
Essa foi a fonte original do dinheiro de seu pai.


Agora, eu penso que é tão difícil para a maioria das pessoas comprender como um pequeno grupo, de 125 homens e umas algumas mulheres, controlem uma população de 6 bilhões de pessoas. Na realidade é muito mais fácil do que você pensa.
Essas pessoas trabalham com o que chamo metodologia sistêmica.
Isto significa que se você pegar uma torta de maçã, imaginem que corte esta pequena torta de maçã em muitas fatias, e colocar nas mão de
cada um de seus homens e mulheres de confiança.
E controlando estes indivíduos, você controla a organização completa.
Por exemplo, se você controlar Paul Wolfowitz, quem gerencia o Banco Mundial, através dele você poderá controlar toda a organização. Não há necessidade de controlar o que o lavador de pratos ou o bombeiro pensam, ou acreditam.
Tudo o que você precisa controlar é o que "Wolfowitz" faz e no que ele acredita.
E o que "Wolfowitz" fizer, irá permear toda a organização.
E esta é a forma como você controla com uma pequena estrutura de poder,
uma população global de 6 bilhões e meio de pessoas, em sua totalidade.


Os Bilderberg estão fazendo grandes progressos no sentido de um governo mundial.
Eles criaram um super-Estado na Europa, que tem chamado a União Européia.
Sua intenção de criar uma união no hemisfério ocidental chamada
a União Norte-americana, o N.A.F.T.A. se expandirá para cada país do hemisfério.
E tal como o N.A.F.T.A. se expanda, se encarregará da função de uma União Norte-americana.
E só um público educado e informado pode deter seus planos.

"Acreditamos que podemos escolher líderes, quando na verdade já foram pré-selecionados para nós seja liberal ou conservador, fazem parte do grupo.
por exemplo, Estados Unidos, é uma parte de um sistema com 2 facções,
embora pareça que são 2 partidos diferentes."
"É fácil conduzir ovelhas, eu digo, as pesoas não lêem mais.
Não querem acreditar que estas coisas acontecem, de nenhuma maneira."
"Vamos apenas seguir de acordo com a regra."


Por mais de 50 anos o Grupo Bilderberg vem construido a União Européia

com sigilo, com o pretexto de acordos comerciais, agora, a elite está utilizando o mesmo programa secreto para completar a união Norte-americana,

porém nessa ocasião a integração de um súper-estado está
acontecendo de uma forma demasiado rápida, acordos internacionais, como NAFTA, GATT
ou a APEC foram os alicerces da formação da União Norte-americana.


A União Norte-americana nasceu oficialmente na Universidade Baylor, em Waco, Texas,
em 23 de Março de 2005
, os líderes dos Estados Unidos, México e
Canadá disseram à imprensa que eles apenas se reuniram para discutir sobre o comércio.
Logo vazaram informações de que um encontro secreto ocorreu durante
a cúpula trilateral de segurança e prosperidade.
Os 3 governos se recusam a divulgar o acordo secreto para o público.
Os documentos, marcados "sem classificar" são
 um plano de um
governo nas sombras dirigido por burócratas e executivos com autoridade absoluta.
As páginas descrevem uma União Norte-americana que já está em operação.
Transporte, forças aplicação da lei , agricultura, regulamentação, bancária,
indústria manufatureira, construção, educação, imigração e inclusive
exércitos estão sendo fundidas sem a participação do povo
ou de seus representantes eleitos no congresso e do parlamento.
Um dos primeros assuntos de seu programa, era salientar o quão importante
que seus planos "sejam realizados com sigilo".
Os controladores também falaram da exploração dos temores do público
pelas alterações climáticas, pela promoção de um imposto
em todo o continente para financiar novo governo.
Na última década, o Pentágono vem treinando com forças mexicanas
e canadenses, e tem disposto-as abertamente
dentro dos Estados Unidos durante desastres e para sofocar disturbios internos.
Existem atualmente cerca de 100.000 cidadãos não norte-americanos dentro
das forças armadas dos Estados Unidos.
O Pentágono está expandindo seus centros de recrutamento no
México, nas Filipinas e na Europa Oriental.
Os departamentos de polícia das grandes cidades nos E.U.A., estão lutando para mudar as leis
assim eles poderão recrutar não cidadãos para ingresar na força policial.
O que estamos presenciando é um cena de "Red Don" em câmera lenta.
Ao longo da história, os tiranos tem se utilizado de estrangeiros para oprimir o seu povo.
quando seu golpe por sigilo foi exposto, os 3 governos entraram em modo de controle de danos.
Quando ficou pronta a aliança de segurança e prosperidade rapidamente encenaram um espectáculo
na cúpula que aconteceu em Ottawa, Canadá, em fevereiro de 2007.


Conforme a integração dentro das Uniões Européia e Norte-americana se acelera.
os mesmos súper-estados estão se fundindo.
Em 30 de abril de 2007, uma assembléia foi realizada na Casa Branca.
O secreto enfoque da aliança de segurança e prosperidade
despertou a preocupação do público, então nessa ocasião o presidente Bush,
o chanceler "Merkel" da Alemanha e o presidente da comissão da União Européia "Barusso"
esconderam sua traição do público. a B.B.C. relatou que os E.U.A. e a União Européia
chegaram a um acordo sobre um mercado único. Anunciando a integração de uma nova
comunidade económica, eles estarão simplesmente repetindo

o que vem ocorrendo na América do Norte e na União Européia em uma escala maior escala.

O acordo establece que ambos os blocos impulsionarão agresivamente a

convergência da regulamentação em mais de 35 áreas,

de serviços financeiros, propriedade intelectual, exército,

educação, as fusões e aquisições.


Eles também concordaram em unir-se para promover um imposto global sobre o carbono.
Este resultado entre os Estados Unidos e a União Européia será levado ao G-8 para discutir aos
países emergentes como China, África do Sul, Brasil e Índia, entre outros.
Uma solução para um problema global.


Se os Bilderberg forem bem sucedidos, os E.U.A. cairão.
Todos os países vitimados perderão a sua soberania.
Bilderberg não é uma pessoa não é uma idéia é um ideal.
-Um grupo de pessoas muito poderosas trabalhando juntas, por posições
do poder absoluto, destruindo cada constitução na Terra,
não importa o quão poderoso é a constituição da nação, isto é o essa gente faz.
A União Africana surgiu a partir da comunidade econômica Africana

establecida nos anos 80.
A União Africana é financiada por um consórcio de organismos internacionais,
governos e corporações.
O exército da União Africana funciona como um braço de execução para a exploração da África por parte da Nova Ordem Mundial.


Na Ásia, A.P.E.C. e A.S.E.A.N. anunciaram planos para formar a
União Asiática
 constituída tanto de nações asiáticas quanto do Pacifico tendo mais de
3 bilhões de pessoas dentro de suas fronteiras.
A A.P.E.C. se converterá na união Ásia-Pacifico e o mundo será
dividido em 3 grandes regiões para a conveniência administrativa do
governo mundial, no que as Nações Unidas evoluirão.
Assim como as uniões se criam de forma individual, que simultaneamente
se fundam para formar o primeiro governo Planetário.


Eles estão tentando destruir cada nação sobre a Terra, que visa promover
progresso, porque essas pessoas basicamente são os donos da Terra.
"Não há necessidade de progressos porque eles controlam a terra.
Se você tomar os mais poderosos homens de Londres, as pessoas que pertencem
ao Conselho e ao Comitê dos 300 que pertencem aos Bilderbergers,
Tal como a Realeza Britânica, tal como os Guelfes igual a nobreza de Veneza e Gênova,
essas pessoas são os donos da terra."
A Nova Ordem Mundial é o velho mundo, quer dizer que só os nomes
mudaram, assim como as aparências, mas os conceitos não mudaram
A idéia é levar o homem de volta, aos gritos e pontapés de regreso a à Idade Média,
na ordem mundial da era pós-industrial.
Uma das coisas que é mais impressionante para a maioria dos norte-americanos
é o fato de que a avaliação da bio-diversidade global das Nações Unidas.
Que nasceu em 1995, mostra claramente que, para proteger o planeta
devemos retornar ao sistema feudal- eles realmente disseram isso no documento.


Para criar uma moderna sociedade feudal, eles planeajam implementar
uma identificação padronizada para a União Norte-americana para detectar, localizar e
controlar os seus escravos medida que se desloquem entre as 3 regiões da União Norte-americana,
criado no rápido deslocamento da humanidade, causada pela globalização,
a Nova Ordem Mundial, rápidamente está construindo a infra-estrutura física
da União Norte-americana – com a rede de controle de auto-estradas do N.A.F.T.A.


Pensar que essa gente pensa na confiscação de terras de agricultores
e rancheiros, removendo os de seus lares para dar a uma empresa estrangeira da Espanha
que é controlada por Don Carlton, O famoso Socialista, e que eles obtenham os
impostos das terras do Texas nos próximos 50 anos.


Governos estrangeiros e grandes corporações
estão se apoderando da infra-estrutura, como predadores
A próxima etapa do plano deste governo mundial, é ter um
controle do transporte, que é chamada de super rodovia do N.A.F.T.A.
no Texas o chamado trans-corredor do Texas, que confiscará
584.000 acres de terras que serão transferidas ao controle de uma companhia espanhola,
que cobrará pedágios no Texas pelos próximos 50 anos,
e não há limite para o número de pedágios que podem ser cobrados.


Para chegar a esse ojetivo: estão utilizando nosso próprio dinheiro para escravizar-nos.
Em primeiro lugar, estão propondo um tribunal da América do Norte,
que seria semelhante ao que temos no capítulo 11 do acordo do N.A.F.T.A.,
que se baseia
 fraudulentamente na lei internacional, a Suprema Corte dos Estados Unidos
e a Constitução pode ser potencialmente invalidada, e o que teremos será uma
Nova lei Norte-americana de negócios, que poderá
 fraudar o que existe
nos Estados Unidos.
Uma associação de empresas trans-nacionais está se consolidando agressivamente

a partir das finanças públicas de infra-estrutura, mundialmente,

e os mesmos intereses estão levantando um governo mundial de acordo a suas regras.
Um verdadeiro "país das maravilhas" de corrupção corporativa, onde os governos
simplesmente atuam como aspiradores, sugando os bens e recursos
das clases médias, transferindo-os às contas bancárias no estrangeiro.
Deixando para trás uma terra desperdiçada, em uma cultura e economia de escravos
que são manejados com facilidade.


O propósito de todo o acordo de livre Comércio da América do Norte não é
acerca do "comércio", se trata de controle
– controle do povo –
O GATT é pior ainda, o controle da pessoas não é uma questão comercial.
É o comércio subsidiado com os dinheiro do contribuinte.
Acredita-se que o novo sistema que deve controlar o crescimento e orientar

o desenvolvimento, do chamado "crescimento inteligente",
o crescimento inteligente não é nada mais que uma tentativa de ganhar o controle das cidades.

Tem o apoio do governo dos Estados Unidos no projeto de terras selvagens,
a Convenção de Diversidade Biológica, que é para controlar e dominar a população.
Todas estas coisas estão sendo concebidos para obter mais e mais controle,
a favor das burocracias e não para o individuo independente,
e para a soberania individual da nação.


O sistema federal de rodovias dos EUA foi desenhado por planificadores de guerra

do Pentágono na década de 50 para agir como um condutor de rápido deslocamento

para transportar as forças da defensa dos Estados Unidos, durante uma invasão.
O inconstitucional "Comando do Norte" agora está utilizando o sistema de rodovias
como uma força de Projeção Matrix, para dominar as população através
dos Estados Unidos, através de centros de comando de emergencia federais,
governos de condados e cidades silenciosamente estão sendo federalizados a nível nacional.
bilhões de dólares por cidade estão sendo gastos para instalar milhões de
câmeras de vigilância. Cada cidade e povoado, sem importar o quão
pequeno ou remoto seja, está sendo vigiado. "Software" para ler placas de automóveis
rastreia o movimento dos norte-americanos onde quer que vá,

enquanto estam sendo desenvolvidos novos sistemas para escanear seu rostro,

ler seus lábios e analizar sua forma de caminhar.

“ENDGAME: O PLANO PARA A ESCRAVIDÃO GLOBAL” 1 de 4

Filed under: Organizações — highness4435 @ 5:26 pm

End Game- O plano para a escravização global

"Um povo ignorante é o instrumento cego de sua própria destruição".Simon Bolívar

"Muitas pessoas irão odiar a Nova Ordem Mundial
e morrerão protestando contra ela."
(H.G. Wells-The New World Order 1939)

ALEX JONES
"ENDGAME: O PLANO PARA A ESCRAVIDÃO GLOBAL"


Em um futuro próximo, a Terra será dominada por um poderoso governo mundial.
As nações que antes foram livres, são escravas da vontade de uma pequena elite.
Os países são uma coisa do passado, qualquer forma de resistência está sob ataque.
Com a família e o próprio indivíduo se encontrando próximo da extinção.
Cerca de ums 80% da população da Terra foi eliminada.
O resto de uma humanidade, que alguma vez fora livre, é forçada a viver
dentro de cidades altamente controladas, como uma prisão.
Viajar está sumariamente proibido, as auto estradas conectam as mega cidades
e previnem que a população não entre em zonas não autorizadas.
Nenhuma classe de actividades humanas é privada.
Os super computadores com inteligência artificial, classificam cada ação.
Um planeta convertido em prisão, é dominado por uma impiedosa gangue de
"controladores doentios", cujo poder nunca pode ser impugnado.


Esta
 é a visão da elite global: e sua meta.
Um programa de deshumanização total na qual a ciência da tirania, é a lei.
Um controle mundial, desenhado para garantir o monopólio do poder pela elite, para sempre.
Nossa espécie será condenada a viver este pesadelo no futuro.
A menos que as massas despertem-se
 diante do plano mestre daNova Ordem
Mundial
 e se mobilizem para vencê-la.

Erigidos por um secreto grupo conhecido como "Guia das Pedras da Geórgia"(ver postagem "as Georgia Guidestones" nesse mesmo blog).

São um testamento do plano da elite para uma religião mundial, leis mundiais,

com uma corte global e um exército para fazê-las cumprir.
E em pedras imóveis está escrito que a população

não deve exceder os 500 milhões de habitantes.
Neste filme (e nesse post)poderás aprender como o mundo narealidade
 é governado.
Poderá ver como grupos altamente secretos de mesa redonda,
planejam formar uma rede de inteligência global.


Este grupo está orquestrando assuntos mundiais por
 centenas de anos.
Agora, em sua etapa final, eles preparam um
 governo mundial sem fronteiras.
Uma meta com a qual todos os tiranos sonharam ao longo da história.


O Dr. Michael Coffman é um ecologista especializado em investigação de ecosistemas,
ecologia forestal e clasificação de ecossistemas.
O Dr. Coffman julga um ponto importante bloqueando a ratificação
da Convenção de Diversidade Biológica no Senado dos Estados Unidos.
O conceito de uma Nova Ordem Mundial já existe há séculos,
e tem recebido enorme difusão a partir da segunda metade do século XX.
George Bush pai, o utilizou em muitos dos seus discursos.
E isto implica que na realidade ele deseja ver uma Nova Ordem Mundial,
na qual nós teremos uma espécie de governo universal,e
 é nisso que eles estão trabalhando;
as Nações Unidas são parte desse governo,em que cada ser humano sobre o planeta Terra é, em última análise responsável.
Neste momento eles estão trabalhando, significativamente, por uma União Norte-americana,
até nas políticas que estão formulando em um nível global.


É uma grande idéia.
Uma Nova Ordem Mundial.


O presidente Bush disse que a Nova Ordem Mundial estava em sintonia.
E isso é no que eles estão trabalhando; as Nações Unidas são parte desse governo.
Neste momento eles estão trabalhando, significativamente, por uma União Norte-americana,
Essa é a razão pela qual muita gente gente em Washington, não se interesam realmente por suas fronteiras.
Teêm uma crença filosófica, na qual a soberania nacional não é importante.
É esta a razão pela qual vem realizando uma forte sugestão,
de que nós não necesitamos estar nas Nações Unidas, para garantir nossa própria segurança nacional.
Na realidade foi assim, se retrocedermos na história,
o Império Romano, a União Soviética, Hitler durante o nazismo,sempre dizem que vão criar
a utopia para as pessoas mas,na realidade a história nos tem demostrado que sempre acontece o contrário.


Raízes antigas da globalização.
A conquista e imperialismo é algo tão antigo como a civilização.
Babilônia, Egito e Grécia. Todos eles criaram impérios, no
intento por dominar o mundo. O Império Romano, em seu esplendor, dominou
todo o mundo, até então conhecido.Complexos sistemas de governo foram
criados para
 controlar diversas população.
No período entre o século XV e o XIX, emergiram novos impérios e de
novo lutaram pela supremacia.
Tanto a nobreza como a florescente classe mercantil,
foram
 financiadas por um grupo de bancos privados.


Os grandes banqueiros realizariam suas apostas
 financiando ambos os lados da guerra.
Sofisticadas
 redes de inteligência deu aos financistas, uma clara vantagem,
sobre os governos dos quais eles estavam se apoderando lentamente.
Em 18 de junho de 1815, agentes do braço britânico da família Rothschild, observaram como Napoleão Bonaparte lutou
desesperadamente para salvar seu exército, das garras de um ataque britânico.
Um agente de Rothschild foi capaz de obter as notícias da derrota de Napoleão,nas mãos de Lord Wellington, para Nathan Rothschild, 20 horas antes das notícias chegarem a Londres.
Nathan, a cabeça do braço britânico da família Rothschild,
espalhou o rumor
, na bolsa de Londres, que Napoleão havia ganhado a guerra.
A bolsa caiu 98% e então Rothschild teve a oportunidade
de apoderar-se totalmente da economia britânica, por um preço ínfimo
.(ladrão caluniador safado!!)


Quando as notícias da derrota de Napoleão chegaram, a bolsa disparou.
O Reino Unido se converteu-se no indiscutível líder da Europa e Rothschild no líder da Inglaterra.
O então dominante império, se tornou mais agresivo.
Suas tropas e burocracias se propagaram através do globo.
O Sol nunca se punha sobre o império Britânico.
O então fundado cartel bancário… desde 1800 tem financiadoambos lados de quase toda guerra no mundo,
e por isto estão obtendo os juros dos empréstimos, que eles
tem dado aos governos pelas guerras que ajudaram a criar e estimular.


Em 1900, a Alemanha era uma força em ascensão, e também líder da revolução industrial.
A Primeira Guerra Mundial, por exemplo, não tinha qualquer motivo para ter acontecido,
exceto que era uma oportunidade ideal para o cartel bancário
para obter muito dinheiro com financiamento de ambos os lados da guerra.
Em 28 de junho de 1914, o herdeiro do trono Austro-Húngaro,
Arqueduque Francisco Ferdinando, foi morto enquanto viajava em um veículo.
A Mão Negra, uma sociedade secreta sérvia, com conexões na França, bem como com a inteligência britânica, tomou crédito.
A Primeira Guerra Mundial começou.

Companhias armamentistas financiadas pelos bancos controlados por Rothschild,
deixaram em bancarrota todas as fações da Alemanha, França, Inglaterra e Áustria.
Pelo menos 20 milhões foram mortos naquela guerra.
Foi um conflito tão terrível que as pessoas se comprometeram a não lutar novamente.
Nomearam-na de"Guerra que vai terminar todas as guerras"


A questão é:
 "Porque é que eles desjam guerra?"
Bem, primeiro por que, há dinheiro e poder envolvidos,
e, em segundo lugar, eles queriam criação da Liga das Nações.
Eles tinham isso em seus planos desde o início e, como consequência,
uma vez que a guerra estava prestes a acabar, começaram a plantar
a idéia de uma Liga das Nações, para que o mesmo não voltasse a acontecer.


Centenas de anos de prática, converteram os
 britânicos especialistas
em esconder seu imperio por trás de governos e conselhos títeres.
Em nome de deter todos os conflitos futuros, eles propuseram
que os países deveriam ingressar na Liga das Nações.
Sua verdadeira intenção era que a liga servisse, como um marco para um governo mundial.
O presidente Woodrow Wilson foi quem lançou o establecimento da
a privatização do sistema de Reserva Federal E.U.A., 1913
apoiando fortemente a criação de uma Liga das Nações.
Presidente Woodrow Wilson foi um ingênuo.
Foi basicamente um professor universitário que foi contratado pelo sistema.
A Liga foi convocada em Paris, em 1919,mas muitas nações a reconheceu como uma ameaça à sua soberania e se recusou a aderir.
Frustrada pelo bloqueio do Congreso Norte-americano a Liga das Nações,
a inteligência britânica com a ajuda da família Rockefeller,
criou o Conselho de Relações Exteriores na cidade de Nova Iorque, em 1921.
O Conselho recrutou os melhores e mais brilhantes dos Estados Unidos,
para apoiar o crescimento do Império Anglo-norte-americano.


A missão do Conselho de Relações Exteriores, era abolir todas as nações
para favorecer um governo mundial todo poderoso administrado por uma pequena elite.
Em 1930 os promotores do governo mundial foram divididos em 2 fações planificadas.
Os Socialistas Fabianos em Londres e os Fascistas na Itália e Alemanha.


"O Nacional Socialismo utilizará sua própria revolução, para establecer
uma Nova Ordem Mundial"
 Adolf Hitler


Partidarios dos Fascistas na Inglaterra e nos E.U.A., acreditavam
que os exércitos deviam ser utilizadas rapidamente para transformar o mundo rumo a uma Nova Ordem Mundial.
Enquanto os mais sofisticados praticantes de Socialismo afirmavam
que o incrementalismo era o caminho seguro para a dominação mundial.
O general Smedley Butler, que ganhou a medalha de honra do Congreso,
expôs ao público, em 1934, uma tentativa por parte dos
 "barões do roubo"
para lançar um golpe militar nos Estados Unidos.
O herói testemunhou perante a comissão "Mcormack-Dickstein" no congresso,
que alguns dos homens mais poderosos de E.U.A. tentando recrutá-lo
liderar um golpe militar, para que pudessem estabelecer um Nacional Socialismo nos E.U.A.

O GENERAL BUTLER
DESNUDA O PLANO FASCISTA
"Me apresentei diante da Comissão do Congresso, a maior representaçã do povo norte-americano,
sob intimação para prestar informações do que eu sabia sobre as atividades que
acreditava que podesse levar a uma tentativa de estabelecer uma ditadura fascista."


Supunha-se que deviam liderar uma organização de 500.000 homens, eles estariam prontos
para apossar-se das funções do governo.

Eduardo VIII, rei da Inglaterra, foi forçado a abdicar do trono

devido ao seu apoio público a Hitler.
Embora o regime fascista liderado pela Alemanha fosse forte,
O bloco dos Socialistas Fabianos foi capaz de manter o controle
dos Estados Unidos, Russia e Inglaterra.
Na preparação para a II Guerra Mundial e durante o conflito,
os banqueiros novamente financiaram ambos lados
, tal como fizeram com Napoleão.
Com a ascensão e queda do III Reich, A Europa estava em ruínas.
E mais uma vez a
 elite assegurou que só um governo mundial
poderia salvar a humanidade da destruição.
E desta vez a elite teria sucesso em estabelecer a sua organização mundial.
Em Abril de 1945, na Base Naval do Presídio em San Francisco,
as Nações Unidas foi fundada9ver postagem "A verdadeira origem da ONU nesse mesmo blog), pelos vencedores da II Guerra Mundial.


O complexo das Nações Unidas foi então construído na cidade de Nova Iorque.
Em terreno doado por John D. Rockefeller. Pouco depois que a elites estabeleceram as
Nações Unidas, como a sua base, nos Estados Unidos o recém-formado Conselho Mundial rapidamente começou a trabalhar na próxima fase do seu plano:

A formação de super-Estados continentais.


O primeiro passo no seu plano trilateral foi a criação da União Européia.
A unificação da Europa havia sido tentada muitas vezes com um resultado impopular.
Quando Napoleão e Hitler falharam na realização das suas metas, usando a força,
os globalistas teriam êxito, utilizando o sigilo.
Os britânicos lançaram a criação de um Conselho Europeu em 5 de maio de 1949.
Londres diz que o tratado visa apenas laços comerciais entre
as Nações européias, como o T.L.C. ou o G.A.T.T. na América do Norte.
Sua verdadeira intenção era a de formar um super-Estado europeu.


"Teremos um governo mundial quer você goste ou não, pela conquista ou consentimento".
James Warburg No Comitê de Relações Exteriores do Senado, em 17 de fevereiro de 1950.


Em 1954, a elite do planeta se reuniu secretamente No Hotel Bilderberg em
Oosterbek, Holanda. O grupo Bilderberg mais tarde
admitiria que a sua missão foi a criação da União Européia.
E uma vez estabelecida a União Européia, sob o pretexto de acordos comerciais,
Uma União Norte-americana e uma União Asiática seriam formadas.
Os 3 super-estados formarão o núcleo do governo global,
enquanto que as Nações Unidas irão governar o mundo,
E se encarregará de fazer cumprir às sub-regiões terceiro-mundistas.
O Grupo Bilderberg consiste-se nos chefes de todos os
grupos de mesa redonda que dirigem países individuais.


Imagine a estrutura da elite mundial como uma pirâmide gigante,
que contém apenas a elite da elite no topo da pirâmide.
O grupo tem sido tão secreto que, até meados da década de 80
Os meios de comunicação corporativos negaram sua existência.
E até o final dos anos 90, sua cobertura consistia unicamente de raras referências
uma única linha em alguma publicação.
Mas com o surgimento dos meios de comunicação alternativos,
o seu domínio sobre a informação tem começado a deslocar-se.


Eles são conhecidos como o Grupo Bilderberg.
Poderia ser o seu objectivo dominação mundial?


A cada 4 anos, os Bilderberg reúnem-se na América do Norte.
Eles estão falando sobre como colocar em funcionamento a União Norte-americana do,
que irá destruir a soberania de Canadá, Estados Unidos e México.
Etienne Devignon é o honoravel executivo do Grupo Bilderberg assim como a cabeça de seu comitê diretivo.
O comitê que ele encabeça, seleciona e convida os participantes de cada ano.
Na última década, a lista de participantes tem sidopassada para os repórteres
por gente de dentro.


O veterano repórter Jim Tucker tem cobrido as reuniões dos Bilderberg por mais de 30 anos
e já presenciou físicamente mais de 20 delas.
"A primeira vez que escutei algo sobre os Bilderberg foi em 1975 e eu disse "não acredito",
isso não é possível, "quem diabos são os Bilderberg?".
Pasei 20 felizes anos com diários metropolitanos.
Todo esse tempo ouve um zumbido em meus ouvidos dizendo:
isto não pode acontecer sem que eu saiba nada a respeito.
E a coisa que mais me impresionou, foram algumas advertências em 1957
pelo grande Westbrook Pegler, um colunista amplamente conhecido.
Ele escreveu duas largas colunas a respeito de aproximadamente 100 líderes
das finanças internacionais, chefes de estado e altos funcionários,
se reuniam atrás de guardas armados e portas fechadas na ilha de Jekyll.
O que estão fazendo estes poderosos internacionais? E por quê é tão secreto?
por quê tem guardas armados de fora? por quê está todo fechado?
Os jornais os ignoraram totalmente "não se diz uma palavra"
Foi apagado totalmente nos Estados Unidos.
Desde então não parei de perseguir os Bilderberg e toda
a corrupta organização internacional liderada pelos Rockefeller
e os Rothschild, pela maneira que eles manipulam o mundo para seus próprios motivos egoístas."
Que de tão importante essa lista?
"É absolutamente essencial, identificar as pessoas tal como sempre fazemos, é importante
tambem saber quem não está em sua própria lista. Nos últimos anos, alguém da Europa
tem me enviando uma cópia impressa com o lembrete, sem identificação.
Até agora eu não ouvi da boca dele.
Bem, os Bilderberg assumiram esse nome, em 1954, em sua primeira reunião como Bilderberg,
no hotel Bilderberg.
É um pouco a la Shakespeare "como você quiser".
eles disseram a Shakespeare, "como você quer chamar este livro?"
e ele respondeu, "como você quiser" porém como que quisessem chamá-lo,
porém eles pensaram que era o título, então uma de suas obras
se chama "como você quiser", porém o título não tem nada a ver com a obra.
então assim é como os Bilderberg obtiveram o seu nome.
E agora estão se reunindo por meio século.
A clase endinheirada está se reunindo, porém eles decidiram que devem
se reunir sistemáticamente, todo ano, planejando bem de antemão,
além de outras pequenas reuniões através do ano."

Página seguinte »

Create a free website or blog at WordPress.com.